Esse estrago o DPVAT não cobre, mas se machucou, pode pedir. Foto: Flickr.com/emboyd

Tamanho da fonte: -A+A

A porto-alegrense Datum TI desenvolveu uma aplicação para agilizar o pagamento de indenizações do Seguro Obrigatório de Danos Pessoas Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT).

Batizado de MBM-DPVAT, o sistema permite que qualquer usuário o acesse na web e peça sua indenização. No primeiro trimestre de 2012, já foram cerca  de 32 mil indenizações pagas.

“O sistema auxilia na solicitação de indenização por parte dos agentes captadores, parceiros da seguradora”, explica Solange Rosin, gerente de TI do DPVAT.

Ela explica que o seguro não cobre prejuízos materiais, sendo voltado às vítimas dos acidentes de trânsito, que estejam dentro ou fora do veículo acidentado.

Assim, ao sofrer um atropelamento, por exemplo, o pedestre tem o direito de solicitar a indenização.

Conforme Solange, o tempo médio para pagamento da indenização não passa de 24 dias.

A Datum é especializada em desenvolvimento de software sob demanda, alocação de profissionais de TI para projetos ou work force e soluções de negócio com suíte própria.

Com sede no Tecnopuc, a empresa atende a clientes do Brasil e América Latina, em uma carteira que inclui nomes como Terra, Sebrae, Procergs e Cotrijal, entre outros.