Juliana Medeiros, Mariana Ammirabile e Karina Ramos, do Frutas na Mesa. Foto: divulgação.

No mundo corporativo, é comum ouvir os profissionais usarem o trabalho como desculpa para uma alimentação ruim. O Frutas na Mesa, delivery de frutas frescas, quer incentivar a mudança de comportamento da maioria dos funcionários que escolhe uma tele-entrega

A ideia surgiu quando as sócias Juliana Medeiros, Karina Ramos e Mariana Ammirabile moravam na Austrália, onde o delivery de frutas nos escritórios é  comum. As três empreendedoras são oriundas das áreas de administração e marketing.

“Voltando para o Brasil, percebemos a carência de uma alimentação mais saudável para quem passa o dia a dia na correria do escritório. A demanda tem sido crescente”, conta a administradora Mariana Ammirabile..

O objetivo do serviço, segundo ela, é incentivar que as empresas invistam na qualidade de vida de seus funcionários e, consequentemente, tenham uma produtividade maior.

São comercializamos diariamente uma média de 2,5 mil frutas variadas. A maioria dos pedidos vem de bancos, seguradoras, escritórios de advocacia, arquitetura, e publicidade, indústria de bens de consumo e clinicas médicas.

TODOS OS TIPOS

Conforme as sócias, as frutas de todos os tipos disponível na estação são rigorosamente selecionadas, higienizadas e entregues embaladas individualmente prontas para o consumo.

O valor dos pedidos varia conforme a demandas da empresas, com pacotes corporativos, para grupos e para residências.

Para colocar o projeto em prática, Mariana conta que foram realizadas pesquisas com RH de algumas empresas e com funcionários.

“Percebemos que havia uma demanda suprimida nesse mercado. As mulheres são as que mais procuram pelo serviço, já que são as que mais se incomodam em ganhar alguns quilos”, acredita.

Os pedidos chegam por telefone e são repassados para um sistema interno integrado entre todas as áreas, iniciando pelo comercial, passando pela administrativo até a seleção, onde caixas são montadas para serem entregues ao controle de qualidade.

O quadro de funcionários é enxuto e por isso a empresa terceiriza alguns processos conforme a demanda semanal.

A expectativa de crescimento é triplicar até a metade de 2013. Atualmente, o atendimento acontece na cidade de São Paulo e algumas cidades da grande São Paulo.

“Temos tido uma demanda crescente em algumas cidades mais afastadas onde há grande numero de empresas e indústrias instaladas e já estamos analisando a possibilidade de expansão”, conta.