FIDELIDADE

AWS tem novo plano de cobrança

12/11/2019 16:15

Empresa pode fidelizar clientes com descontos para quem fecha acordos de um ou três anos.

AWS pode fidelizar mais clientes com descontos para quem fecha acordos de um ou três anos. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A AWS tem um novo plano de cobrança batizado de Savings. O modelo oferece descontos para empresas que assumem o compromisso de usar uma quantidade específica de recursos computacionais da Amazon (medida em dólares por hora) por um período de um ou três anos.

Com essa estratégia, a empresa espera aumentar a fidelização dos clientes já existentes pela necessidade de montar um plano de longo prazo. Para novos clientes, a novidade pode ser uma opção mais acessível.

O objetivo da empresa é tirar a complexidade do modelo de Instâncias Reservadas (RI), que fornece um mecanismo para empresas que esperam usar um certo nível de recursos de infraestrutura e obter alguma certeza de custo. 

A Amazon cobra dos clientes de duas maneiras. Uma é o preço sob demanda, que é cobrado pelo uso sem um planejamento anterior. O valor é mais alto pois é solicitado e atendido em tempo real.

No entanto, a maior parte das organizações sabe que precisará de um certo nível de recursos por um período de tempo e, nesses casos, é possível economizar comprando antecipadamente. Isso garante segurança de custo para a organização.

Embora as instâncias reservadas ainda não estejam desaparecendo, parece que a Amazon está tentando direcionar os clientes para o novo plano Savings. 

O novo plano tem dois modelos: Compute Savings Plans, que proporcionam economia de até 66% - semelhante aos RIs. No entanto, as economias são amplamente aplicáveis ​​nos produtos da AWS, e é possível mover cargas de trabalho entre regiões mantendo a mesma taxa de desconto.

A outra opção é plano de economia de instância do EC2. Com este, também semelhante à instância reservada, é possível economizar até 72% em relação ao preço sob demanda, mas de forma limitada a uma única região. 

No entanto, o plano oferece uma certa flexibilidade, permitindo selecionar diferentes tamanhos do mesmo tipo de instância ou até mudar sistemas operacionais do Windows para o Linux sem afetar o desconto na região escolhida.

Veja também

EXCLUSIVO
Burgese, ex-Apple, lidera Google Cloud para setor público

Executivo reforça o time do Google para aumentar a penetração no segmento de governo.

NUVEM
AWS transforma demandas em serviços

Iniciativa funciona no Brasil, onde um pedido de cliente levou a um novo recurso focado em chatbots.

NUVEM
Microsoft leva contrato de US$ 10 bilhões do Pentágono

Decepção para a Oracle, que conseguiu derrubar a AWS, mas não levar o cliente.

TRANSFORMAÇÃO
Mandic apoia Natura com métodos ágeis

O projeto envolveu a implementação da ferramenta JIRA.

NUVEM
Ingram Micro Brasil é distribuidora da AWS

As soluções da AWS estão disponíveis no Ingram Micro Cloud Marketplace.

TROCA
Amazon desliga servidores Oracle

Migração envolveu 75 petabytes de dados, armazenados em 7,5 mil bancos de dados.

NUVEM
Sky.One é certificada como MSP da AWS

No Brasil, a AWS conta com onze parceiros para serviços gerenciados.

BOMBANDO
Veja a TI no ranking das que mais crescem da Deloitte

Um terço da lista das 100 empresas emergentes apontadas no ranking é de TI.

OI!
Amazon lança Prime no Brasil

Serviço custará R$ 89,90 por ano, bem menos no que nos Estados Unidos.

NUVEM
UOL Diveo vende CloudHealth

Até agora, só Allen e Dedalus representavam a solução adquirida pela VMware no Brasil.