Adriano Luz, country manager da ZyXEL no Brasil. Foto: Divulgação.

A multinacional taiwanesa de soluções de rede e telecomunicações ZyXEL abriu sua operação brasileira a partir de um investimento de cerca de R$ 15 milhões.

Com o objetivo de atingir o mercado de pequenas e médias empresas (PMEs), o investimento no negócio foi dividido em três estratégias centrais: a garantia da oferta de produtos locais, o trabalho através de revendedores e a expansão do time brasileiro para suportar o crescimento a médio prazo. 

A organização acredita que o aumento da oferta de banda larga no país levará mais PMEs a apostarem em serviços corporativos em nuvem, o que também deverá ampliar a demanda local por soluções de redes profissionais. 

Com a migração destas empresas de soluções domésticas de rede para infraestruturas profissionais, a taiwanesa espera atingir o mercado com um portfólio de 80 produtos trazidos para o país, focados em soluções como rede wi-fi segura e controle de acesso. 

A ZyXEL prepara o início da operação brasileira há cerca de um ano e meio, desenhando uma estratégia de importação que garanta um preço baixo para os canais.  

"A gente percebeu que PMEs que precisam de redes profissionais, ou vão para soluções muito abaixo, que não atendem aos níveis de segurança, ou vão para soluções mais caras, que muitas vezes são até focadas em data centers ou infraestruturas maiores. Então há uma carência", explicou ao CanalTech o country manager da empresa para o Brasil, Adriano Luz. 

Luz também foi responsável pela chegada da D-Link ao mercado nacional há quinze anos.  

Segundo informações do CanalTech, do valor investido no Brasil, cerca de R$ 2 milhões foram aplicados na montagem do estoque no país. Segundo Luz, isso deve manter as revendas locais com uma boa disponibilidade de produtos e prontas para atender projetos rápidos de implementação de rede. 

A expectativa é que a estratégia possa garantir margens de aproximadamente 40% para as revendas.  

O programa local para canais conta com uma plataforma online e políticas estabelecidas com o objetivo de auxiliar os parceiros com os negócios no país através de ferramentas de integração e Business Intelligence (BI). 

A expectativa é que o maior crescimento no mercado venha da cidade de São Paulo, onde a empresa esperar triplicar a quantidade de canais já registrados em sua plataforma. Ainda neste semestre, a empresa também espera colocar mais representantes em outros locais.