Alastair Sorbie, CEO da IFS.

A IFS, fornecedora sueca de software de gestão empresarial, encerrou 2014 com lucro líquido de US$ 24,4 milhões. O valor representa uma alta de 47% em relação aos US$ 16,5 milhões registrados no ano anterior. 

O faturamento da companhia cresceu 12%, passando de US$ 312,8 milhões em 2013 para US$ 351,1 milhões no ano passado.

A receita conquistada no segmento de manutenção e suporte foi a que registrou maior crescimento no ano, com alta de 14%, somando US$ 119,3 milhões. 

Já o segmento de consultoria totalizou receita de US$ 164,5 milhões, aumento de 13%. Enquanto isso, a venda de licenciamento alcançou US$ 64,6 milhões, alta de 4% em relação a 2013.

Considerando o quarto trimestre do ano passado, o lucro líquido da IFS ficou em US$ 12,4 milhões, uma queda de 15% comparada com o mesmo período de 2013. Já a receita totalizou US$ 100,4 milhões, crescimento de 10% em relação aos US$ 90,6 milhões do ano anterior.