Indústria gera um volume de cerca de 20 mil obrigatoriedades anuais. Foto: divulgação.

A Nestlé, maior empresa de bebidas e alimentos do mundo, implantou o DP-FISC, sistema de apurações fiscais e obrigações acessórias nativo ao ERP SAP, com a Engineering, multinacional italiana especializada em transformação digital.

Segundo a companhia, o software fiscal anterior foi descontinuado porque uma melhora em performance e produtividade nas apurações fiscais era necessária, além de tomadas de decisões ágeis orientadas a dados.

O DP-FISC teria eliminado um problema histórico da Nestlé, que era a duplicação das informações na base de dados do ERP SAP, já utilizado pela empresa. 

"Isso nos tornava muito reativos, pois tínhamos que esperar o mês finalizar para fecharmos as apurações a fim de não corrermos o risco de duplicidade de informações ", conta Fábio Donatelli, gerente de impostos indiretos da Nestlé.

No primeiro mês em produção, o DP-FISC realizou 80% das entregas acessórias mensais, que equivalem a cerca de mil obrigatoriedades.

“Com uma arquitetura robusta e escalável, o DP-FISC utiliza o poder do processamento HANA. Com isso, obrigações que eram geradas em horas passaram a ser processadas em minutos", afirma Martim Tuma, diretor de operações SAP da Engineering.

De acordo com a empresa, a solução reduziu o tempo de entrega do SPED Fiscal de 7 horas para 12 minutos, economizando 3400%.

Já o SPED Contribuições, que antes era gerado em oito horas, caiu para 17 minutos, o que equivale a 2724% de redução.

O recebimento de notas fiscais agora é automatizado por meio de um painel eletrônico, possibilitando a detecção do número de erros, além da mensuração de documentos por localidades.

"Deixamos simplesmente de subir notas fiscais no sistema para nos dedicarmos a uma posição mais estratégica, que é a tomada de decisões e o apoio ao negócio orientados pela ótica data-driven", afirma Bárbara Calil, coordenadora de projetos da Nestlé.

Seu projeto de tax transformation compreende as obrigações federais, estaduais, municipais e regimes especiais do setor alimentício, como Imposto sobre Serviços (ISS), Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), PIS e COFINS, entre outros.

A empresa possui um complexo cenário de apurações fiscais e tributárias devido à sua presença em quase 100% do território brasileiro. 

Hoje a indústria gera um volume de cerca de 20 mil obrigatoriedades anuais relativas a mais de 20 milhões de notas fiscais eletrônicas emitidas em 24 estados e 128 municípios onde opera, cada um com sua legislação.

A Nestlé instalou sua primeira fábrica no Brasil em 1921, na cidade paulista de Araras e hoje possui unidades em oito estados. Contando com 32 mil colaboradores diretos no país, está presente em 99% dos lares brasileiros, segundo pesquisa realizada pela Kantar Worldpanel.

Com mais de 150 empresas atendidas no Brasil, a Engineering é uma multinacional italiana com presença no país desde 2008. A empresa tem mais de 600 funcionários nos escritórios de Belo Horizonte, Curitiba, Rio de Janeiro, São Paulo, Santo André e Vitória, além de uma filial em Buenos Aires.