Marcio Silveira. Foto: divulgação.

A e-Core, empresa portoalegrense de software e serviços em TI, tem planos de crescimento em sua parceria com a marca australiana Atlassian, especializada em softwares de desenvolvimento e gerenciamento de projetos. A meta para 2015 é atingir um crescimento de "dois dígitos" na parte de suporte da multinacional.

O plano é referente ao centro de suporte Atlassian dentro da e-Core. A empresa é responsável por um dos cinco centros de atendimento da marca no mundo, com foco em clientes da América Latina e parte da América do Norte. É o único centro não gerenciado diretamente pela multinacional.

Para afinar os planos de crescimento, o diretor global de operações de suporte Atlassian, Wayne Tombo, visitou a eCore esta semana. Para o executivo, o objetivo é alinhar a estratégia da companhia, cuja divisão de suporte cresce cerca de 40% ano a ano, com os investimentos da empresa gaúcha.

"Continuaremos a crescer nesta região e valorizamos a parceria da eCore para que ela continue crescendo conosco. Existem tremendas oportunidades por aqui", disse o diretor, referindo-se á atual equipe de 37 profissionais dedicados ao suporte local Atlassian.

A e-Core também mira o crescimento de sua divisão de venda de soluções Atlassian, com planos de crescer 50% no próximo ano.

De acordo com Tombo, o plano é ir além das pequenas e médias empresas, foco onde a companhia tem mais mercado. Do portfólio da companhia, as apostas são ferramentas como HipChat e Confluence, de comunicação e colaboração em ambientes corporativos.

"Investimos bastante no HipChat com o objetivo de dobrar sua adoção no próximo ano. Expandimos nosso portfólio e focamos na parceria com canais de vendas e suporte para impulsionar este crescimento", afirmou, sem dar estimativas específicas do crescimento esperado.

Por parte da eCore, a empresa já realizou investimentos recentes para reforçar sua operação de atendimento Atlassian, que já corresponde a 20% da parte de serviços da companhia. Para Marcio Silveira, presidente da companhia, o plano é absorver essa demanda crescente.

"Já começamos a atender clientes da companhia nos Estados Unidos e Canadá. O objetivo é qualificar ainda mais nossa equipe, funcionando de forma integrada com a rede global de suporte da Atlassian", destacou o executivo.

Em setembro, a empresa anunciou a contratação de Marcio Zago, ex-Datora, para o cargo de gerente de suporte do time Atlassian, com a função de traduzir a estratégia de suporte da marca australiana de software.

Desde 2013, a empresa vem investindo pesado para expandir sua operação. Em 2013, a fábrica de software se mudou para uma nova estrutura em Porto Alegre, com 50% mais de espaço para a equipe.

A expansão foi embalada por um crescimento de 18,75% no faturamento, que chegou a R$ 19 milhões no ano, com um correspondente crescimento na equipe na capital que passou de 100 para cerca de 160 funcionários.