Pat Gelsinger foi CTO da Intel nos seus tempos de glória. Foto: Divulgação.

Pat Gelsinger, atual CEO da VMware, vai assumir o comando da gigante de chips Intel, em um movimento que críticos estão sinalizando como uma mostra de que a gigante de chips anda dormindo no ponto.

Isso porque o CEO que está de saída, Bob Swan, estava há apenas dois anos no cargo, e assumiu após um extenso processo de seleção.

Gelsinger, que foi o primeiro CTO da Intel, já estava na lista de candidatos então e foi preterido pelo mesmo conselho que o nomeou agora (seis dos nove integrantes são os mesmos).

No meio tempo, a Intel teve problemas para fazer suas entregas para grandes clientes como Lenovo e HPE, os resultados financeiros sofreram e a concorrência fez aquisições importantes, com destaque para a compra da ARM pela Nvidia, um negócio de US$ 40 bilhões.

Para completar, a Apple começou o processo de substituir os chips da Intel por um produto de desenvolvimento próprio.

A Intel parece estar apostando agora em um profissional com background de tecnologia, em contraste com Swan, que foi CFO da empresa por décadas. 

Gelsinger também é um profissional de carreira da Intel, de onde saiu em 2009 para assumir a presidência da EMC.

O mercado aprovou a troca, com as ações da Intel subindo 8,4%.