Fundadores do Rei do Pitaco. Foto: divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A Rei do Pitaco, startup do segmento de fantasy game, onde usuários montam escalações dos jogadores de futebol e pontuam de acordo o desempenho dos jogadores na vida real, recebeu um aporte de série A de R$180 milhões

A sportech já havia captado R$28 milhões em rodada seed no início de 2021 e, com o novo aporte, alcança a marca de R$208 milhões captados. 

A Rei do Pitaco hoje conta com 75 colaboradores, visa expandir seus serviços e alcançar mais jogadores. O valor será destinado para a contratação de talentos, aprimoramento do produto e aquisição de clientes

O investimento foi liderado pelo fundo americano D1 Capital Partners e co-liderada pelos fundos Kaszek, Bullpen Capital e Left Lane. A rodada também teve participação dos parceiros da DST Global, Tom Stafford e Nick Brito, e da Globo Ventures. 

A startup foi fundada em 2019 por Mateus Dantas, CEO da companhia e com passagens pelo Facebook, Wildlife e Google, e Kiko Augusto, COO e ex-Intel. Ambos paraibanos, os empreendedores têm formação acadêmica em Ciência da Computação 

“Essa captação é um passo muito importante na nossa história. Além de ser uma enorme validação ao trabalho incrível que a nossa equipe vem fazendo nos últimos meses, também representa a entrada de importantes parceiros estratégicos, que junto com a injeção de capital, vem para ajudar o Rei do Pitaco a se estabelecer cada vez mais como a empresa líder em entretenimento esportivo da América Latina”, afirma Mateus Dantas.