CPFL é uma das maiores do setor elétrico. Foto: flickr.com/photos/hopefoote

A Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) adquiriu dois Oracle Exadata Database Machines para armazenar e processar seus dados financeiros, fiscais e de negócios.

O primeiro dos equipamentos tem meio rack para seu datacenter principal e outro com um quarto de rack para seu site de contingência, para armazenar e processar seus dados financeiros e fiscais do sistema financeiro Mastersaf.

A CPFL, que atua nos estados de Minas Gerais, Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul na geração, distribuição, comercialização e fornecimento de energia, adquiriu também recentemente novas licenças do Oracle Database e já utiliza há cinco anos o Oracle Enterprise Performance Management integrado ao sistema de gestão empresarial da SAP para fazer seu planejamento plurianual.

Maior empresa privada de distribuição elétrica do país, a CPFL Energia tem hoje mais de sete milhões de clientes gerando dados em sistemas de billing, gestão, cadastro e redes de distribuição, geomonitoramento, gestão de equipes e a parte fiscal da Mastersaf.

“Como todos os sistemas rodam o banco de dados da Oracle, o Exadata era a solução que mais se adaptava ao ambiente, oferecendo migração e integração rápidas, assim como grande melhora de performance”, acrescenta Marcelo Carreras, CIO da CPFL.

As primeiras provas de conceito com o Oracle Exadata Database Machine começaram em 2012.

Os resultados do teste mostraram desempenho de cinco a seis vezes superior no processamento de todas as áreas técnicas e comerciais em relação à plataforma anterior, com grande capacidade de compactação dos dados, ocupando menos storage.

O projeto de implementação do Oracle Exadata Database Machine ocorreu em 2013 e contemplou a migração de alguns sistemas que estavam em plataforma RISC para o Engineered Systems da Oracle.