No total, foram 40 aparelhos adquiridos no contrato com a Microsoft. Foto: flickr.com/photos/janitors

A Tecnisa, empresa do ramo imobiliário, anunciou recentemente a migração de sua plataforma de computadores para Windows 8 e trocou seus smartphones corporativos para Windows Phone.

Foram 40 aparelhos adquiridos no contrato com a Microsoft, baseados no sistema operacional móvel da companhia, o qual planeja chegar até o fim do semestre, com um total de 150 celulares Windows Phone.

Além disso, foram trocados e atualizados mais de mil computadores da Tecnisa, através da consultoria da SoftwareONE, padronizando todo o parque da empresa brasileira. Anteriormente, as máquinas contavam com o Windows XP ou o Windows 7.

Escritórios de São Paulo e das equipes de engenheiros em campo, contam agora com o sistema operacional da Microsoft. O processo de implementação teve início em julho de 2013 e levou 60 dias para ser concluído.

A empresa explica que o alerta da Microsoft sobre o fim do suporte ao XP, em 8 de abril desse ano foi decisivo para que a companhia avaliasse a atualização de seu parque de TI.

“Mostramos à Tecnisa que a padronização do parque traria benefícios em questões como a atualização de programas pela equipe de suporte de TI. Se você tem dois sistemasoperacionais diferentes, é necessário instalar uma atualização para cada um deles, mas com um parque unificado isso deixa de ser um problema”, afirma Antônio Crevelente, account manager da SoftwareONE.

Além disso, a equipe da Tecnisa recebeu um treinamento para utilizar a plataforma, além de dicas e truques para o Office 365, pacote de softwares de produtividade da Microsoft comprado pela Tecnisa em abril de 2013 e implementado em julho do ano passado.

A migração dos sistemas Androids para Windows Phone pode ser reflexo das tendências no mercado brasileiro. Apesar de ainda não consolidar a primeira posição entre os usuários, o sistema operacional de Gates ocupa o segundo lugar, ultrapassando no 4º trimestre de 2013 a Apple, com 6% do mercado, segundo levantamento do IDC.

A maioria das vendas dos smartphones com Windows Phone é puxada pela Nokia, companhia parceira da Microsoft e que recentemente foi adquirida pela empresa de Redmond. Além da fabricante finlandesa, somente a Samsung produz aparelhos com Windows.

Segundo destaca Mariano de Beer, presidente da Microsoft no Brasil, o crescimento se deu tanto nas vendas para consumidor final quanto no segmento corporativo.
Para o executivo, o aumento no portfólio de produtos, com mais modelos e diferentes preços e os investimentos em distribuição e a promoção do sistema, impulsionaram o crescimento.