Mário Belesi.

A Dassault Systèmes tem uma nova revenda para a linha de produtos SolidWorks no mercado de Minas Gerais: a 7Dcad.

A nova empresa é uma continuação da SisCad, uma empresa que já atuava no mercado mineiro com a solução da Bentley, outro software de CAD, com maior aderência para projetos de arquitetura e construção.

"Nosso mercado-alvo são empresas da indústria mecânica, que representam uma área forte na região mineira", comenta Fábio Augusto Silva, diretor da 7Dcad, há mais de 20 anos no mercado.

Nos últimos tempos, a Dassault Systèmes tem sido agressiva em colocar novas empresas no canal SolidWorks no país.

"Estamos trabalhando com parceiros que possam contribuir estrategicamente para a expansão da presença da SolidWorks no Brasil, como a 7Dcad fará em Minas Gerais, região que conta com um polo automotivo muito importante no País", diz Mario Belesi, diretor da Dassault Systemes de soluções SolidWorks para a América Latina.

No ano passado, foram agregados a Sysprice, uma empresa do Grupo YKP, com foco no mercado paulista.

Mais recentemente, entrou também no time a Softline, multinacional russa de integração de TI, para os mercados da região Nordeste, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Essas entradas, às que se soma agora a da 7DCad, são uma reverão de curso para a divisão SolidWorks, que nos 10 anos anteriores promoveu uma consolidação do seu canal no país, fomentando aquisições entre os integrantes.

No final, a empresa tinha seis canais no Brasil, totalizando 42 filiais pelo país no total. A SKA é a maior, seguida pela IST. Também estão no canal CadWorks, UVW, Tecc, Sysprice e Softline.