Afinal, qual é o tíquete? Foto: mauro_grigollo / Shutterstock.

Tamanho da fonte: -A+A

O tíquete médio do e-commerce brasileiro em 2013 foi de R$ 248,57, segundo uma medição feita pelo Comitê de Plataformas da Camara-e.net com base em dados de dez plataformas de comércio eletrônico que afirmam fazer 70% das vendas no país.

(Participaram Dotstore, e-smart, FBITS, Infracommerce, Loja Integrada, MercadoShops, Nuvem Shop, Primordia, Tray e VTEX).

A inclusão das plataformas permite construir uma mostra mais realista do comércio eletrônico nacional. 

O tíquete medido pela  E-bit no mesmo período, incluindo também grandes varejistas donos das suas próprias ferramentas, é de R$ 327, 25% maior.

De acordo com a Camara-e.net, nos Estados Unidos, onde o comércio eletrônico é mais disseminado, o tíquete médio fica em torno de US$ 100.

“O tíquete médio das plataformas vem a complementar os dados do E-bit”, acredita  Alexandre Soncini, coordenador do Comitê de Plataformas. “O tíquete médio americano tende a ser um número mais realista para as pequenas e médias empresas que estão começando no e-commerce”, avalia Soncini.