Santiago Sosa, CEO e cofundador da Nuvemshop.

A plataforma de e-commerce Nuvemshop recebeu um aporte de US$ 30 milhões (cerca de R$ 170 milhões) em rodada série C liderada pelos fundos Qualcomm Ventures e Kaszek Ventures.

Também participaram da rodada FJ Labs, IGNIA, Elevar Equity e Kevin Efrusy, sócio emérito da Accel Partners.

A Nuvemshop (ou Tiendanube, em espanhol) foi fundada na Argentina em 2012, mas tem no Brasil o seu foco principal. Ela integra produtos, pagamentos e envios com diferentes canais de vendas, como Facebook, Instagram, marketplaces e lojas físicas.

Até então, o maior valor levantado pela companhia havia sido em 2017, com um cheque de R$ 24 milhões do Elevar Equity, com participação dos grupos KaszeK Ventures e Ignia Partners.

No ano passado, o total de vendas dos clientes da Nuvemshop (GMV) foi superior a US$ 220 milhões. Em 2020, esse montante deve ultrapassar US$ 1 bilhão. Somente entre maio e setembro, a empresa dobrou sua base de clientes de 30 mil para 60 mil lojas ativas.

A companhia também dobrou o número de colaboradores no período, chegando a 300 pessoas que atualmente trabalham em home office nas cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Buenos Aires e Cidade do México.

Com o novo aporte, a Nuvemshop pretende aprimorar o ecossistema de soluções que envolve recursos como pagamentos, frete, gestão de estoque e ferramentas de marketing, gerando reduções de custo e agregando valor à oferta.

A empresa quer ampliar as operações na América Latina, com foco nas milhões de PMEs da região, um mercado de trilhões de dólares.

“Prevemos uma disrupção massiva no comércio nos próximos 15 anos, o que nos deixa confiantes de que, em média, 90% das vendas passarão de alguma forma por ambientes digitais. E nós teremos um papel fundamental em desenvolver a infraestrutura para que isso aconteça", projeta Santiago Sosa, CEO e cofundador da Nuvemshop.

Para isso, o time de executivos também está sendo reforçado. Rodrigo Rivera, ex-diretor executivo e sócio sênior da BCG, assumiu a posição de CSO da empresa. Anteriormente, juntaram-se ao time Tatiana Rezende (ex-Safe+Fair), como CFO e Luiz Piovesana (ex-Sensedia), na função de CMO.