Técnicos da IBM poderão curtir este por do sol no ano que vem. Foto: flickr.com/photos/@N00

Tamanho da fonte: -A+A

A IBM anunciou nesta quarta-feira, 14, Porto Alegre e Vitória como as duas cidades brasileiras vencedoras do Smarter Cities Challenge.

A empresa escolheu 31 cidades em todo o planeta, que receberão no próximo ano funcionários de diferentes países da empresa que realizarão trabalhos voluntários junto às administrações municipais durante três meses.

A IBM investirá cerca de US$ 400 mil nas cidades vencedoras, além de fornecer o treinamento dos executivos envolvidos, que são preparados para a convivência com os costumes locais.

Para participar da iniciativa, as prefeituras interessadas se inscreveram no programa Smarter Cities Challenge, apresentando projetos em áreas que envolvem a melhoria da qualidade de vida e desenvolvimento econômico da região.

A capital gaúcha foi escolhida com o projeto Cidade Cognitiva, que tem como objetivo a criação de um sistema para simular impactos antes da tomada de decisões sobre obras e ações demandadas pelo Orçamento Participativo (OP).

Com o cruzamento de dados unificados, dos projetos, impactos de cada obra, plano da cidade e, com outras informações, se possa ter mais qualidade na tomada de decisões estratégicas.

"Parabéns à cidade de Porto Alegre por ganhar o Smarter Cities Challenge em 2013. Essa cidade se distinguiu ao demonstrar, de forma convincente, sua preparação e sua disposição para realizar os aperfeiçoamentos que poderão melhorar a qualidade de vida de seus habitantes, tornando-a uma cidade inteligente", afirma Alcely Barroso, diretora de cidadania corporativa da IBM Brasil.

31 CIDADES

A lista de municípios vencedores do Smarter Cities Challenge 2013 contemplou desde cidades maiores como Cidade do Cabo (África do Sul) até cidades de países pequenos, como Negeri Sembilan, na Malásia, passando também por cidades menores dos Estados Unidos, como Fresno e Knoxville.

Nos dois primeiros anos do programa, a IBM realizou o trabalho em 64 cidades de todo o mundo, contando aproximadamente com 400 especialistas.

No Brasil, as cidades contempladas nas edições anteriores da iniciativa foram Rio de Janeiro (2011) e Curitiba (2012).