Magnetron faz peças para motos. Foto: Pixabay.

Tamanho da fonte: -A+A

A Magnetron, fabricante de sistemas de ignição e peças para motos localizada em São José dos Pinhais, na região de Curitiba, implantou um sistema de gestão da SAP com consultoria do canal paranaense Pelissari.

O contrato prevê a terceirização da infra de TI no data center da Equinix em Tamboré, São Paulo.

O sistema roda em uma nuvem especial da Pelissari, configurada especialmente para servidores SAP, com o serviço sendo gerenciado pelo AXIS, um produto criado pela companhia paranaense e certificado pela multinacional.

“Temos um time enxuto e uma infraestrutura interna que precisaria ser bastante modificada para suportar o novo sistema, por isso quando decidimos adotar a solução de ERP da SAP, já sabíamos que a hospedagem seria externa”, explica Rodolpho Marques do Carmo, gerente de TI da Magnetron.

A Pelissari é membro do Programa LatAm de Canais da Equinix no Brasil, que hoje conta com mais de 40 empresas cadastradas. A companhia tem operações em Curitiba, Joinville, Bauru e Caxias do Sul e mais de 450 funcionários.

Entre 2007 e 2013, a frota de motocicletas em circu­­lação no país quase dobrou, chegando a 21,6 milhões, de acordo com dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Simi­­la­­res (Abraciclo). 

A Magnetron foi no embalo, sextuplicando seu faturamento no período. Em 2014, a companhia projetava crescer perto de 30%, para R$ 97 milhões.

Neste ano, no entanto, o mercado virou. As fábricas de motos instaladas em Manaus produziram no acumulado do ano 784,1 mil unidades, 31% a menos que no mesmo período do ano passado. 

A Magnetron tem 130 funcionários e produz 900 mil peças por mês. Os projetos são desenvolvidos pela equipe de engenharia de produtos no Brasil, manufaturados na China e montados no Paraná.