O Hub One, espaço de criatividade e inovação da Feevale, foi inaugurado na quinta-feira, 13. Foto: Lohran Fagundes/Feevale.

O Hub One, espaço de criatividade e inovação da Feevale, foi inaugurado na quinta-feira, 13, já com sua capacidade toda ocupada. O novo prédio abriga 22 startups e empresas.

A estrutura já conta com uma fila de espera formada por 10 outros empreendimentos.

O prédio do Hub One tem 1.681,40 m² distribuídos no térreo e no mezanino, destinados à instalação de empresas. Algumas das companhias do novo espaço já estavam abrigadas na unidade de Novo Hamburgo do Feevale Techpark e de novos negócios. 

A universidade investiu cerca de R$ 4 milhões na reforma e adequação do pavilhão, que antes contava com 900 m².

O evento de inauguração contou com a presença de Cleber Prodanov, reitor da Feevale; Susana Kakuta, secretária estadual de desenvolvimento econômico, ciência e tecnologia; Fátima Daudt, prefeita de Novo Hamburgo; Roberto Cardoso, presidente da Associação Pró-Ensino Superior em Novo Hamburgo (Aspeur) e Daiana de Leonço Monzon, diretora de inovação da Feevale.

“O Hub One é uma grande experiência transformadora da universidade e da sociedade. Uma universidade do século 21 precisa de estrutura, pessoas e conhecimento do século 21”, destaca Prodanov.

Além de ser um condomínio de empresas, o Hub One deve reunir pessoas com a experiência da academia e do empresariado para troca de conhecimento e projetos de inovação. 

“O Hub One não é um prédio, mas um conceito: um espaço diferenciado, onde não se sabe quem é aluno, professor, empreendedor ou visitante, um espaço aberto, para que as pessoas possam estar aqui sendo felizes e trabalhando naquilo que gostam”, define Prodanov. 

Em um mesmo ecossistema, há empresas incubadas e residentes, espaços e laboratórios voltados à graduação, à pós-graduação, à pesquisa e à integração de pessoas. 

Algumas das empresas presentes no espaço são Marke, Packbrand, Astro, B2B Reservas, Nastra e Izyplay.

O Hub One busca acolher e apoiar empresas e projetos que atuam nas áreas de indústria criativa ou tecnologia da informação e comunicação.

Entre os segmentos de atuação no Hub One estão arquitetura, artes visuais, audiovisual, animação, comunicação, design, edição, entretenimento, eventos, fotografia, games, gastronomia, literatura e mercado editorial, moda, multimídia, música, publicidade, rádio, software aplicado à economia criativa, turismo cultural, engenharia e biotecnologia.

O Hub One foi concebido para integrar as atividades do Feevale Techpark com todos os atores e estruturas da universidade, criando uma conexão entre as iniciativas, sejam empresariais, acadêmicas, de pesquisa e de prestadores de serviços, entre outros. 

No ambiente, a ideia é trabalhar com produção colaborativa, multidisciplinar, compartilhada e aberta. Isso envolve a oferta de espaços de coworking, exposição, exibição, negócios, ensino, pesquisa e desenvolvimento, convivência, sociabilidade e laboratórios. 

O Hub One conta com 23 salas, sendo duas de reuniões, com capacidade para abrigar 200 profissionais em espaços abertos de trabalho compartilhado, salas privativas e incubadora. 

No centro do andar térreo, funcionará um espaço de coworking operado pela Pocket Creative Lab Marketing Digital Ltda.

O exterior do prédio conta com um grafite de quase 600 m² feito por Rafael Jung, graduado em Artes Visuais pela Feevale.