Projeto da sede da Lorenge. Foto: divulgação.

A Lorenge, empresa de construção civil no Espírito Santo, adotou as ferramentas de virtualização da VMware em seu data center, apostando em mobilidade e aumento da produtividade operacional.

O projeto, realizado pela Brasp Informática, envolveu a virtualização total do data center e da maioria dos desktops da companhia, resultando em alta disponibilidade, eficiência energética e economia na manutenção de equipamentos e software. O valor da implantação não foi divulgado.

A empresa adotou as soluções vSphere Enterprise Plus e VMware View. As 150 máquinas virtuais - servidores e desktops - ficam em cinco servidores físicos Dell, rodando em sistemas operacionais Linux e Microsoft.

Segundo Felipe Lorenzon, gerente de TI, a construtora contava com sete servidores tradicionais instalados no CPD, que desempenhavam tarefas de forma desorganizada. As máquinas ficavam sobrecarregadas e as aplicações tinham desempenho comprometido.

O trabalho remoto de muitos funcionários em várias obras da construtora a levou a instalar também o VMware View, o que facilitou o acesso às aplicações, inclusive a visualização de projetos em sistema AutoCAD. A aplicação também otimizou a adoção da empresa do BYOD.

“É uma facilidade muito grande. Até quanto estamos fora do país entramos no desktop virtual da empresa para acessar qualquer aplicação”, afirma Lorenzon.

Além disso, várias aplicações foram hospedadas no ambiente virtual, entre elas Google Talk e PABX.

No mercado desde 1980, a Lorenge tem um faturamento anual na casa dos R$ 304 milhões e 1,6 mil colaboradores. Constrói edifícios residenciais, comerciais e hoteleiros, além de shopping center, e acaba de inaugurar uma sede em Vitória, com projeto alinhado às regras da certificação LEED – titulação internacional que atesta projetos sustentáveis.

Com faturamento de US$ 4,61 bilhões em 2012, a VMware possui mais de 500 mil clientes e 55 mil parceiros. A companhia tem sede no Vale do Silício e escritórios espalhados por todo mundo.