B2W quer mais mulheres no seu time. Foto: Pexels.

A B2W quer dobrar a participação de mulheres no seu programa de estágio, fazendo com que elas sejam a metade dos 20 candidatos escolhidos para a edição 2020 da seleção.

Podem concorrer a uma vaga estudantes que estejam cursando a partir do terceiro período dos cursos de Ciência ou Engenharia da Computação, Informática ou áreas afins.  

Os candidatos terão seus currículos avaliados e farão provas online de português, inglês, lógica e computação, além de entrevistas presenciais com o time de gente e gestão e os gestores de tecnologia. 

Durante o primeiro mês, os estudantes terão aulas ministradas por engenheiros da companhia, nas quais aprofundarão conteúdos estudados na universidade, como técnicas, ferramentas, plataformas, linguagens e frameworks. 

Após o período de aulas, eles farão job rotation nos times de tecnologia e, com o apoio de um mentor, desenvolverão um projeto em uma das frentes tech da companhia.

"Queremos identificar talentos e desenvolvê-los de forma acelerada dentro da companhia. É uma oportunidade única para os estudantes colocarem seus conhecimentos em prática e poderem ver de perto os resultados do seu trabalho", conta José Ronaldo Pizani, diretor executivo de Gente & Gestão da B2W Digital.