Os próprios motoristas do Uber desenvolvem muitas dúvidas no momento de contratar seu seguro. Foto: Pexels

O tema acerca do seguro para quem é motorista de Uber tem gerado muitas dúvidas e polêmicas. Este assunto tem sido bastante comentado nas mídias, e tanto pelos próprios motoristas como pelos passageiros, que se preocupam de estarem desprotegidos de possíveis riscos no trânsito. Quem nunca pensou: será que vou estar seguro em um Uber? Será que em situação de acidentes terei direito aos serviços de emergência de uma cobertura de seguro automobilístico?

Além das dúvidas e interesses constantes dos passageiros, os próprios motoristas do Uber desenvolvem muitas dúvidas no momento de contratar seu seguro. Isto deve-se porque esse tipo de transporte alternativo é recente na sociedade contemporânea. Apesar disso, é crescente o número de pessoas que aderiram ao serviço, principalmente pelos seus preços acessíveis, e a facilidade de contratá-lo.

Muitos condutores que hoje trabalham como Uber, antes possuíam um seguro de automóvel comum, porque utilizavam o veículo somente para suas demandas pessoais, como por exemplo, para fins de passeios, para ir ao trabalho, levar e trazer os filhos da escola, viajar, e etc. Assim, algumas das principais incertezas que surgem quando indivíduos decidem dedicar-se a nova profissão é: que tipo de seguro devo contratar para o meu veículo? Mantenho o mesmo ou existe um próprio para Uber?

 

O que é o seguro compreensivo normal?

Há alguns anos atrás, as pessoas quando contratavam seus seguros, contratavam os serviços de forma separada. Ou seja, as coberturas de proteção contra incêndio, alagamentos, quebra de vidros, roubos, furtos, dentre outras, eram postas em contratos separados. Desta maneira, isto significa que quando sucedia algum caso em que se necessitava acionar o seguro, tanto as empresas de seguro, quanto os clientes correm um risco maior de equivocar-se considerando a quantidade de apólices que tinham que averiguar para ver se o seguro cobria ou não determinado sinistro.

Em virtude disso, e como forma de facilitar a vida de seus clientes e das próprias seguradoras, foi inaugurado o Seguro Compreensivo. O seguro compreensivo abarca vários serviços que são considerados básicos para qualquer automóvel. Todos esses serviços estarão inscritos na mesma apólice de seguros. Neste tipo de cobertura estão incluídos geralmente: proteção contra roubo, furto, incêndio, prejuízos que possam ser causados pela natureza. Algumas seguradoras permitem que o consumidor, de forma autônoma, monte os serviços que mais lhe fazem falta, destinados à sua apólice.

Algumas coberturas, que são as adicionais, são necessárias que sejam contratadas a parte, e nestes casos está à mercê do cliente investigar quais se encaixam mais no perfil e no seu orçamento. Algumas destas adicionais são: cobertura de proteção dos vidros do seu carro, serviço de chaveiro, assistência em residência, serviços de guincho, entre outros. Estas coberturas fiquem à critério do condutor se serão contratadas ou não. Todos esses tipos de seguro para Uber começam a ser válidos no momento em que o passageiro entra no carro do Uber e se finaliza quando o mesmo termina a corrida, com o passageiro chegando ao seu destino.

Vale informar que existe também o seguro não-compreensivo que dispõe de uma menor quantidade de prestação de serviços. Regularmente este tipo cobre roubos, furtos e perda total do carro em casos de sinistro. Consequentemente este tipo de seguro também é menos custoso que o primeiro.

 

Que tipo de seguro eu devo contratar para o meu Uber?

Apesar do Uber já estar bastante difundido na maioria das grandes cidades do mundo, muitos condutores têm dúvidas sobre que tipo de seguro devem contratar. Muitos se questionam se podem manter um seguro para carro normal, o seguro compreensivo, por exemplo. Ou se é muito mais caro um seguro para Uber. Ou ainda, se por lei existe são obrigados a contratar um determinado tipo de seguro para trabalharem com esse tipo de transporte.

Quando um indivíduo inicia o processo para começar a trabalhar com o Uber, é exigido que ele realize um cadastro no aplicativo do Uber. Para ter acesso a esse aplicativo como trabalhador, o cidadão será obrigado a contratar um seguro que se chama APP (Acidentes Pessoais de Passageiros). Esta garantia é responsável por dar segurança aos clientes que usam o aplicativo, e os indeniza se houver algum acidente com consequências físicas. Este seguro cobre por exemplo, os gastos médicos emergenciais, casos de falecimentos e de invalidez total ou parcial.

É aconselhado que além do seguro APP, que é obrigatório por lei, que o motorista de Uber obtenha também um seguro que possua cobertura compreensiva total. A cobertura compreensiva total inclui os seguintes itens: proteção contra furtos, batidas com perda parcial e/ou total, roubos e Contra Terceiros, que cobre danos a terceiros envolvidos nos possíveis sinistros.

Por conseguinte, para o indivíduo que optou por trabalhar com Uber, é indicado que adquira o seguro de carro compreensivo de cobertura total que detenha todos os serviços adicionais que destacamos anteriormente. É de extrema relevância que os motoristas de Uber considerem manter todas essas garantias de seguro, mesmo que não seja obrigado por lei, tendo em vista que transportar distintas passageiros todos os dias por muitas horas e por variados trajetos apresenta inúmeros riscos.

 

Que trâmites o consumidor deve realizar para mudar a modalidade de seguro de carro tradicional para Uber?

A primeira etapa que o consumidor deve realizar no instante em que decidir trabalhar como Uber é analisar se a seguradora a qual pertence o seguro do seu carro possui também o seguro para Uber. Se ela contar com esse tipo de seguro será mais fácil mudar de categoria. Nesta situação o cliente deverá contatar o corretor de seguro responsável pelo seu seguro e requerer que seja realizado o processo de uma nova apólice para o troca de modalidade do seguro.

Se a sua empresa de seguro não possuir seguro próprio para Uber, o cliente deverá cancelar o seguro atual e buscar outra empresa que possua. Este tipo de trâmite geralmente é rápido e pouco burocrático para ser resolvido. Mesmo que a taxa que o consumidor passe a pagar seja mais cara que a anterior, do seguro tradicional, vale a pena investir neste seguro, para que mais tarde se suceder alguma situação de risco imprevista, o motorista não tenha que arcar com o desembolso de um valor muito mais alto do próprio bolso, para arcar com as despesas de um acidente, por exemplo.

O ofício do Uber já abrange uma estimativa de mais de três milhões de condutores ao redor do mundo. Com um número de quinhentos mil motoristas só no Brasil. Uma função como esta, que lida com vidas de diversas pessoas durante muitas horas diárias, deve ser realizada com responsabilidade. E não se pode esquecer que muitas vezes o que pensamos estar economizando em determinada situação, pode resultar, na verdade, muito mais caro depois.

Portanto, se um indivíduo deseja trabalhar de forma independente e/ou adquirir um dinheiro extra no seu orçamento mensal através do seu auto deve considerar a aquisição de um seguro exclusivo para este fim. 

Mediante tantas novas opções de seguro para o seu Uber que estão aparecendo no mercado, que se atualiza a cada instante, é valioso e importante efetuar uma pesquisa exaustiva sobre este assunto e eleger um bom seguro que se enquadre no seu perfil de motorista e também no seu orçamento mensal.