Tarcísio Augusto Dario, diretor da Horus. Foto: divulgação.

A Horus Telecom, distribuidora brasiliense de equipamentos eletrônicos, fechou o ano passado com faturamento de R$ 100 milhões, alta de 44% frente aos resultados de 2019.

De acordo com a companhia, os empregos foram preservados com a chegada  da pandemia, quando medidas sanitárias rigorosas foram tomadas.

Imediatamente após as notícias, 70% dos colaboradores foram alocados em home office e um revezamento foi implantado para os 30% que necessitavam de atividades presenciais.

A empresa intensificou, então, seus controles de produtividade on-line e afirma ter diversificado o negócio exatamente como planejado antes da crise, mensurando os resultados em tempo real – inclusive com uso de tecnologias de gestão estratégica on-line.

"Mantivemos os investimentos à medida que observamos que os resultados seguiram evoluindo. Priorizamos a manutenção da subsistência dos colaboradores e trabalhamos fortemente por esse objetivo”, conta Tarcísio Augusto Dario, diretor da Horus.

Ao final do processo, seu quadro de colaboradores cresceu em mais de 20%.

Em 2020, uma segunda unidade da empresa foi aberta em Goiânia e a distribuidora iniciou a expansão para o Nordeste, com a abertura de uma filial em Fortaleza, que deve ser concluída em março deste ano.

Como reconhecimento, a Horus alocou R$ 150 mil para premiações extras a todos os 147 colaboradores, uma espécie de participação nos resultados da empresa.

Líder de mercado em distribuição especializada de soluções de tecnologia de valor agregado no Centro-Oeste brasileiro, a Horus possui Matriz em Brasília e unidades em Goiânia, Rio Verde e Palmas.

Fundada em 1977, a distribuidora atua com soluções de empresas como Furukawa, Intelbras, Siemens, Apc, SMS, Legrand, Canadian, Fronius, Goodwe e Zyxel.