Por onde começar no mundo Forex? Foto: Pexels.

A alta variação do câmbio e o grande tombo da bolsa de valores no início da pandemia fez muitos investidores se voltarem para o mercado Forex. Lá são negociados pares de moedas de todo o mundo, e essas pessoas que investem buscam se tornar profissionais em entender suas variações.

No entanto, quando se fala em utilizar dinheiro real é preciso alguma cautela e bastante estudo prévio. Por isso, é essencial encontrar conteúdo de qualidade, e não somente absorver os primeiros resultados do Google. Então, neste artigo, será abordado o que um guia Forex completo precisa para ser eficaz  e como começar a colocar o aprendizado em prática.

O que eu preciso para me tornar um trader Forex?

Estão listados abaixo alguns detalhes importantes que não podem faltar em qualquer guia completo sobre Forex. Seja um curso ou um livro, tenha a certeza de que encontrará no sumário tudo o que está detalhado abaixo. Caso contrário, melhor buscar uma ou mais alternativas. Em resumo, os pontos principais são:

·         Glossário e significados

·         Tipos de análises e estratégias

·         Plataformas de trading

·         Riscos envolvidos

·         Forex na prática

Glossário e significados

É ótimo que você tenha pesquisado o significado de Forex, mas isso nem sequer pode ser considerado um início. Será preciso aprender e entender diversas palavras novas, muitas delas em inglês. Elas são utilizadas para definir comportamentos de gráfico e nomear estratégias específicas, e ajudam muito na hora de tomar uma decisão.

Por isso, ou o seu estudo inclui um glossário completo das palavras utilizadas no dia-a-dia de um trader, ou você estará aprendendo pela metade.

Tipos de análises e estratégias

As divisões de análise, como fundamentalista e técnica, são uma noção básica no mundo dos investimentos e do trading. Quando se trata de Forex, conhecer cada price action – entendeu o valor do glossário agora? – e estratégias populares é o primeiro passo para conhecer o mercado na prática.

Mesmo que não vá utilizar uma técnica pré-definida, conhecer cada abordagem é essencial para definir uma ação de compra ou venda em uma determinada situação. Por exemplo, o que fazer – ou não fazer – quando algum político diz algo que pode causar alvoroço no mercado.

Familiarização com plataformas

Todo o conhecimento técnico do mundo não é suficiente sem a adequada habituação com as plataformas em que serão realizadas as operações. O ideal é que se busque o máximo de informações possíveis sobre as opções no mercado e suas funcionalidades.

Em geral, essa é uma parte do aprendizado que pode ser adquirida à parte, o que ao mesmo tempo é um desafio extra. Será preciso separar o que é informação útil de mera propaganda, e identificar onde se pode operar com ambos segurança e eficiência.

Apresentação real dos riscos

Não é incomum que cursos ou guias de Forex maquiem o real cenário da vida de um trader nesse mercado. Por isso, analise bem se o conteúdo que adquiriu para aprender como fazer trading com Forex é totalmente honesto quanto aos riscos envolvidos.

Mão na massa 

Tomando notas do que um conteúdo de qualidade para iniciantes em Forex deve oferecer, já será possível separar o joio do trigo. Mesmo assim, antes de efetivamente colocar o dinheiro na corretora para praticar o que aprendeu, é possível testar o conhecimento recém-adquirido.

Na verdade, não há limites para isso e é essencial que essa etapa não seja pulada, por mais confortável que o trader possa estar. São as plataformas de teste, ou simuladores, que servem para realizar trade “de mentirinha”, só para ver como se sai e sem riscos. Dependendo do local que escolheu para realizar suas operações, simuladores e contas demo podem estar incluídos.

O caminho para o sucesso pode demorar

Seja de forma autodidata, filtrando conteúdo de diversas fontes para incluir tudo o que foi mencionado acima, ou por meio de cursos, entenda que será preciso algum tempo. Não é só aguardar a próxima notícia política ou econômica e adivinhar a movimentação do câmbio.

Apesar da parcela de sorte envolvida, trading não é um jogo de cassino, e com a dose certa de dedicação e os resultados como consequência, isso ficará claro.

* Esse é um guest post escrito por Dylan Piotr.