Foto: divulgação.

A Spacecom, especializada no monitoramento de sentenciados, escolheu a TIM para comercialização da tornozeleira eletrônica TZPR04, desenvolvida pela empresa e certificada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Com isso, os equipamentos que monitoram presos em regime semiaberto ou domiciliar por meio do Sistema de Acompanhamento de Custódia 24 Horas (SAC24) passam a contar com a cobertura 4G da operadora e rede NB-IoT, ou Narrow Band em IoT.

Segundo a companhia, a NB-IoT está presente em mais de 3,4 mil cidades e a tornozeleira TZPR04 é a primeira do mercado nacional com essa tecnologia.

“Em parceria com a TIM, desenvolvemos um sistema moderno, confiável e seguro, que atua em conjunto com as antenas de celular espalhadas por todo o Brasil. Este aparato tecnológico permite cobertura em locais que antes não havia sinal”, explica Sávio Bloomfield, presidente da Spacecom.

As informações de localização georreferenciada e de alarmes são transmitidas por meio da rede 4G com a tecnologia NB-IoT da TIM para os servidores da Spacecom e disponibilizadas via interface web. 

Com isso, o órgão contratante tem acesso aos dados de monitoramento em tempo real a partir de qualquer dispositivo conectado à Internet.

“Essa tecnologia, adotada como padrão mundialmente, já é utilizada massivamente para vários tipos de conexões e aplicações, como na China e Estados Unidos, para conexão de medidores de energia, por exemplo”, conta Humberto Gouvêa, diretor de soluções corporativas da TIM Brasil.

Atualmente, a Spacecom disponibiliza a tecnologia a secretarias de segurança pública de 15 estados de todas as regiões, além da Justiça Federal de São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul.

Muitas dessas localidades, inclusive, possuem divisões de fronteira com países da América do Sul, como Peru, Paraguai, Uruguai, Argentina, Venezuela e Bolívia.

De acordo com dados do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), mais de 51 mil detentos utilizam tornozeleira eletrônica em todo o país, além de mais de 1,4 mil agressores enquadrados na Lei Maria da Penha, conforme informações do Governo Federal.