Alencar Berwanger, diretor de novos negócios da companhia. Foto: Divulgação.

A Senior, especializada na oferta de software para gestão empresarial, tem uma nova operação de Corporate Venture para investir em negócios emergentes dentro de suas estratégias corporativas.

Nomeada de Senior Ventures, a unidade tem como meta investir em 10 startups até 2022. 

Em 2018, a Senior buscará priorizar startups com soluções voltadas para recursos humanos (HRTechs) e finanças (fintechs) que possam ser alavancadas acessando a base de clientes da fornecedora de software, tanto no modelo B2B como B2B2C.

“Nosso direcionamento é investir em startups que já estejam em fase de escala. Por meio da Senior Ventures, a Senior atuará como investidor estratégico em startups de alto potencial de crescimento cujos negócios possuam uma grande sinergia tanto com o mercado quanto com nossa estratégia de crescimento”, afirma Alencar Berwanger, diretor de novos negócios da companhia.

A diretoria de novos negócios gere as ações de aquisição de empresas, investimento em startups, parcerias estratégicas e internacionalização. Essa demanda vem aumentando de forma acelerada  nos últimos dois anos.

“Já estamos nos aproximando de algumas boas oportunidades e devemos anunciar ainda esse ano um investimento nesse modelo”, destaca o executivo. 

A Senior começou a se aproximar das startups em 2014, buscando as empresas para trazer inovação ao seu portfólio.

“Depois de dois ciclos e 16 startups aceleradas, a Senior evolui agora para uma operação contínua com prospecção, análise e investimento em startups em fase de escala”, detalha Berwanger.

Uma das startups que conta com investimento da Senior é a SocialBase, que recebeu apoio em setembro 2017. Depois, a companhia de software passou a utilizar internamente a solução de rede social corporativa da startup.

A Senior teve uma receita bruta de R$ 283,4 milhões no ano passado, um aumento de 10% frente aos resultados de 2016.