Marcos Vinicius Von Gal dos Santos, Rafael Kiso, Caio Rigoldi e William Kiso, sócios da MLabs. Foto: Divulgação.

A MLabs, startup que oferece recursos para gerenciamento de redes sociais, acaba de receber um aporte de R$ 4 milhões da Domo Invest em sua primeira rodada de investimento. 

O montante será utilizado com o objetivo de ampliar o portfólio de clientes em território nacional e também escalar a operação no exterior.

“Sentimo-nos honrados em integrar a carteira de investimentos da Domo Invest, que é hoje uma das principais gestoras de Venture Capital no Brasil. Por meio desse aporte, iremos dobrar o número de colaboradores nos próximos meses e a maior parte desse time trabalhará diretamente com o desenvolvimento do produto e o atendimento aos clientes”, destaca Caio Rigoldi, CEO da MLabs.

A intenção é que, até o final de 2020, a plataforma seja utilizada por 250 mil clientes ativos.

Fundada em agosto de 2015 pelos empreendedores Caio Rigoldi, Marcos Vongal, Rafael Kiso e William Kiso, a startup oferece uma ferramenta de gestão de redes sociais que permite a integração e a automação de diversos recursos em mídias sociais, tais como Facebook, Instagram, WhatsApp, Pinterest, LinkedIn, YouTube e Twitter.  

Com o modelo SaaS, o usuário contrata o serviço, paga um valor mensal de acordo com o pacote escolhido e pode incluir um número ilimitado de usuários na plataforma. 

O perfil contratado dá direito à gestão de uma marca em cada rede social gerida pelo sistema. Entre as principais funcionalidades da MLabs estão o agendamento de posts, relatórios de redes sociais, monitoramento de concorrentes, gestão de mensagens privadas e SAC social.

“A MLabs nasceu com um propósito claro: viabilizar a inclusão digital de micro e pequenos empreendedores, a partir das redes sociais, de modo a ajudá-los a ter sucesso. Mas, sempre soubemos que, para isso, precisaríamos ser rápidos em construir uma ferramenta inteligente, intuitiva e, claro, criar um ecossistema de serviços em torno dela”, complementa Rafael Kiso, CMO da startup.

Atualmente, mais da metade dos clientes ativos da mLabs é composta por micro e pequenos empreendedores e cerca de 40% da receita da empresa já é proveniente desse público. 

O sistema é utilizado também por agências de marketing de todos os portes, profissionais autônomos, consultores de marketing digital e grandes marcas.

“As redes sociais têm ajudado pequenos e grandes negócios a se comunicarem melhor com seus clientes e consumidores em todo o mundo. No Brasil, o uso das redes sociais tem uma alta penetração e, dado aos hábitos da população, um intenso uso. Além disso, para pequenas empresas, se torna um canal de grande importância, nas quais o orçamento de marketing é limitado e precisa ser bem estudado para trazer benefícios de longo prazo aos negócios”, finaliza Rodrigo Borges, sócio da Domo Invest e cofundador do Buscapé.

Os sócios da Domo Invest participaram de mais de 50 investimentos e transações fusões e aquisições ao longo dos últimos 10 anos.

Em 2017, a empresa lançou seu primeiro fundo, com recursos de R$ 100 milhões para investir em até 20 startups. O fundo foi bancado com dinheiro captado junto a famílias milionárias do país, incluído Alfredo Setubal, presidente da Itaúsa.

Neste ano, a empresa foi selecionada para atuar em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na aplicação de até R$ 60 milhões em cotas do FIP Anjo, fundo de investimento em participações focado em empresas de perfil inovador e alto potencial de crescimento. 

A Domo Invest será responsável pelo mapeamento e seleção das empresas, articulação com aceleradoras e investidores-anjo e pela captação de outros investidores.