A Algar OCS pode ser comercializada pela Algar, além de servir para uso próprio. Foto: Divulgação.

Uma solução desenvolvida pela Algar Telecom, empresa de telecomunicações do grupo Algar, para controle de crédito pré-pago, conhecida tecnicamente como Online Charging System (OCS), reduziu a queda das chamadas em até 40%. A solução também quase dobrou a capacidade de chamadas por segundo e fez com que o estabelecimento de chamadas diminuísse de 0,4 milésimos de segundo para 0,1 milésimo de segundo.

O software teve custo de produção de R$ 200 mil, equivalente a 1,35% do total gasto pela operadora para usar o sistema anterior por nove anos, R$ 14,8 milhões. 

Por meio do sistema, os processos de novos produtos e serviços pré-pagos poderão ser implantados em produção com maior rapidez, além de trazer alta redução de custos se comparado com a plataforma usada anteriormente.

Batizada de Algar OCS, a solução pode ser comercializada pela Algar, além de servir para uso próprio.

Atualmente, a companhia possui mais de 1 milhão de clientes ativos nesta plataforma. 

A Algar OCS foi desenvolvida sob tecnologia open-source, seguindo as especificações 3GPP e envolvendo os protocolos SIP, CAPv2, CAPv3, Diameter, SMPP e HTTP.

A Algar Telecom registrou receita líquida de R$ 560 milhões no segundo trimestre de 2014. O resultado foi 15,8% maior do que o alcançado no mesmo período do ano passado. 

No período, a empresa atingiu crescimento de 25,3% na base de clientes móveis, aumento de 53,4% nas receitas de tecnologia de processos de negócios e alta de 20,2% nas de telefonia móvel.

A Algar é um grupo fundado em 1929 em que trabalham cerca de 25 mil pessoas. O grupo atua em soluções em TIC, Agro, Serviço e Turismo. Em 2013, a empresa faturou R$ 3,7 bilhões.