O grupo alemão Siemens firmou um acordo para comprar a americana Mentor Graphics. Foto: Divulgação.

O grupo alemão Siemens firmou um acordo para comprar a americana Mentor Graphics por US$ 4,5 bilhões. O negócio reforça as operações de software industrial da Siemens, ajudando a companhia a acompanhar o ritmo das mudanças da tecnologia na manufatura.

O executivo-chefe da Siemens, Joe Kaeser, tem o objetivo de reformular o grupo para torná-lo mais lucrativo com a venda de seus negócios não essenciais e o investimento em áreas como software, que prometem crescimento mais rápido e margens maiores.

A Mentor Graphics desenvolve softwares que ajudam empresas de semicondutores a projetarem e testarem seus chips antes de fabricá-los. 

A compra representa o maior negócio da Siemens no setor de software industrial desde que a empresa adquiriu a UGS por US $ 3,5 bilhões em 2007.

Com a aquisição, a Siemens considera que pode fornecer todos os softwares que seus clientes precisam para desenvolver máquinas eletrônicas complexas, como aviões, trens e carros.

"Nossos clientes estão conduzindo uma mudança de paradigma em direção a produtos conectados cada vez mais complexos e inteligentes, como veículos autônomos. Esta aquisição é a nossa resposta para esse desenvolvimento", afirma o chefe financeiro da Siemens, Ralf Thomas.

A Siemens espera alcançar sinergias através de uma combinação de crescimento de receita e expansão de margem antecipada, com um impacto no EBIT de mais de € 100 milhões dentro de 4 anos do fechamento da transação. 

O fechamento da transação está previsto para o segundo trimestre de 2017. A Mentor fará parte do negócio de software PLM da Siemens.