Edmar Bull. Foto: Divulgação.

A Copastur, empresa nacional do segmento de viagens corporativos, adotou a solução Back Office da Benner, com o objetivo de integrar e automatizar os processos internos em sua operação, acelerando a tomada de decisão nos negócios.

De valor não aberto, a implantação contempla toda a estrutura de atendimento da Copastur, que abrange 500 companhias aéreas, 8 mil hotéis e 13 companhias marítimas em todo o mundo.

"O ERP foi projetado para atender ao segmento de turismo e sua implantação proporcionou uma mudança significativa na forma da Copastur gerir os negócios e, sobretudo, acelerou o fluxo de troca interna de informações", afirmou a Benner em nota.

Segundo a empresa, antes da implementação a companhia não tinha acesso aos dados referentes aos negócios de forma consolidada. Os processos internos eram descentralizados e realizados manualmente, ou seja, as informações eram lançadas uma a uma no antigo sistema, o que resultava, muitas vezes, em dados incoerentes.

Segundo Edmar Mendoza Bull, diretor da Copastur, hoje as informações são conciliadas no sistema automaticamente, com processos remodelados e etapas operacionais totalmente integradas, garantindo a troca de informações instantaneamente.

"No sistema antigo, os bilhetes aéreos eram analisados um a um para realizar a consolidação dos resultados. Hoje uma leitura online dos bilhetes é realizada e a conciliação feita automaticamente. O processo foi extremamente simplificado e tornou-se muito mais efetivo do ponto de vista operacional, principalmente porque agora nós só tratamos manualmente casos de divergência nos bilhetes", ressalta.

Os resultados positivos também se estendem ao controle e gestão das informações referentes aos clientes, principalmente em relação ao processo de vendas. O acesso aos relatórios é possível em questão de minutos. Antes o processo levava cerca de dois dias.

"Isso trouxe grande agilidade na análise do conteúdo e o resultado mais importante é a satisfação do cliente", finaliza Bull.

A Benner oferta soluções de gestão empresarial nas verticais de saúde suplementar e hospitalar, logística, governança jurídica e contratos, gestão de viagens corporativas, governo, além de ERP, RH, BI, e ofertas nos modelos BPO, cloud computing, EaaS e SaaS.

O grupo tem a meta de faturar R$ 500 milhões até 2014, com taxa de crescimento anual de 25% a 28% e aquisições.