O Tecnopuc firmou um acordo com Porto Digital e Parque da UFRJ. Foto: Bruno Todeschini/PUC-RS.

O Tecnopuc (Parque Científico e Tecnológico da PUC-RS), o Porto Digital, de Recife, e o Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) assinaram um acordo para proporcionar intercâmbio entre empresas instaladas nos ambientes de inovação dos três parques.

Cada parque irá reservar cinco vagas em seus respectivos espaços de coworking para receber as empresas. No total, 15 companhias poderão experimentar esses ambientes de inovação.

A expectativa é de que as empresas estejam instaladas nos espaços entre março e maio de 2017.

Para o diretor do Tecnopuc, Rafael Prikladnicki, é natural enxergar na estratégia de desenvolvimento de negócios a expansão das empresas dentro do território nacional. 

"Viabilizar essa transação por meio dos ecossistemas de inovação pode acelerar e qualificar o processo, uma vez que esses locais estão preparados para apoiar a chegada dessas companhias em cada região", observa Prikladnicki. 

Além disso, o diretor afirma que a expectativa é que outros ecossistemas se juntem a essa iniciativa no futuro.

"Estamos buscando, por meio desse acordo de cooperação, oferecer o que cada parque tem de melhor para ampliar as possibilidades de negócio dessas empresas", completa Francisco Saboya, diretor do Porto Digital.

Os parques brasileiros parecem estar se aproximando cada vez mais para criar ações conjuntas.

Em agosto, Tecnopuc, Tecnosinos e Feevale Techpark, ligados às universidades gaúchas PUC-RS, Unisinos e Feevale, assinaram um acordo de cooperação focado em intercâmbio de startups e a internacionalização dos parques.

Com o acordo, os representantes dos parques em missões internacionais passam a apresentar as organizações como um ecossistema de inovação maior, com três ambientes consolidados e mais de 250 empresas.