CELULOSE

Suzano desenvolve aplicativo com Microsoft

16/12/2020 09:47

Criada com Power Apps, a ferramenta auxilia técnicos a tomarem decisões na gestão das florestas.

A empresa produz celulose de eucalipto. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Suzano, gigante brasileira de papel e celulose, desenvolveu um aplicativo com o Power Apps, plataforma de desenvolvimento low code da Microsoft, para padronizar a coleta de dados em florestas de cultivo e auxiliar técnicos na tomada de decisão quanto ao uso de herbicidas e nutrientes.

Segundo a empresa, o gerenciamento de grandes extensões de terras é uma grande dificuldade para a Suzano, pois ela produz celulose de eucalipto, árvore que tem um ciclo de sete anos desde o plantio até a colheita. 

Para o plantio do eucalipto, há uma série de processos que vão desde a preparação do solo, o plantio e a irrigação até o cuidado com relação ao clima da região ou a presença de plantas daninhas que possam impactar o desenvolvimento das árvores, o que faz necessária a análise de grande quantidade de dados.

Os dados de localização, inclinação de terreno e composição do solo são armazenados pela Suzano em sistemas legados em cada uma das florestas — ou Unidades de Produção (UPs), como são nomeadas pela companhia.

Toda a coleta desses dados era feita de forma manual, o que onerava o corpo de colaboradores técnicos, que precisavam digitar todas as informações. 

Com o aplicativo, os técnicos agora podem atuar com todas as informações necessárias para a coleta e controle do ambiente nos modos online e offline, levando em consideração as particularidades de cada época do ano e de cada floresta.

Os dados de históricos podem ser baixados diretamente no aplicativo e, após a coleta dos dados pelos técnicos serem submetidas, a própria plataforma recomenda o uso de herbicidas ou de nutrientes específicos. 

Essas recomendações podem ou não ser aceitas pelos técnicos, uma vez que são eles que têm o conhecimento e a expertise necessária para tomar a melhor decisão no combate àquela praga. 

Os dados são armazenados no Sharepoint e no OneDrive, onde ficam alocados os documentos anexados pelos técnicos, e, de acordo com a empresa, isso auxilia na garantia da produtividade florestal e na padronização do trabalho nas diferentes regiões.

“O desenvolvimento via Power Apps foi facilitado por nos permitir criar sem a necessidade de muitos conhecimentos de codificação. Agora, queremos trazer mais funcionalidades de geoprocessamento, fazendo o app suportar a carga de mapas, a fim de auxiliar nosso time a traçar rotas e gravar o trajeto”, adianta Felipe Santos, parceiro de TI para a área florestal da Suzano.

Fundada em 1924, a Suzano possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A companhia exporta para mais de 80 países e conta com aproximadamente 35 mil colaboradores.

Já a Microsoft foi criada em 1975 e tem negócios em 170 países, contando com cerca de 144 mil funcionários. A empresa está no Brasil há 31 anos, com sede em São Paulo.

Veja também

CHAMADA
Alfredo Sestini, ex-Oracle, assume Zoom no Brasil

Companhia já vinha montando um time no país discretamente desde junho.

ENGAJAMENTO
Gerando Falcões: interação com doadores via Adobe

A empresa disponibilizou gratuitamente a solução Marketo Engage para a ONG.

MAIS UMA
Stefanini compra N1 IT

Integradora adquirida trabalha com Microsoft, Adobe e Kaspersky.

MÃO DE OBRA
IA: Brasil terá que requalificar 22% até 2030

Adoção de inteligência artificial deve transformar mercado, aumentando as vagas que exigem alta qualificação.

COLABORAÇÃO
VLI migra para Teams

Gigante de logística colocou 4,5 mil funcionários na plataforma em projeto da Logicalis.

CONTRATAÇÃO
Deezer tem nova diretora de marketing no Brasil

Com 17 anos de carreira, Beatriz Oliveira passou por empresas como Oracle, IBM e Eventbrite.

SAÚDE
Regina: nova infra com Teevo

Hospital comprou servidores e storages all flash da Dell.

AMBIENTE
Darcy Pacheco terceiriza TI com Netfive

Como resultado, a companhia obteve uma redução de 10% no volume de chamados.

CONSTRUÇÃO
Governo faz nova mega compra de nuvem

Brasília dá mais um passo na reformulação da infra de TI do governo.

2020
Microsoft desiste do software Big Brother

Companhia vai tirar funções no Productivity Score depois de onda de críticas sobre violação de privacidade.