CARTÃO

Payface é selecionada pela Mastercard

17/01/2022 11:10

Fintech catarinense é a única da América Latina em programa de aceleração da gigante.

Eládio Isoppo e Ricardo Fritsche, fundadores da Payface. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Payface, startup de pagamentos por reconhecimento facial, foi a única fintech latino-americana confirmada para o Start Path, um programa de aceleração de empresas da Mastercard.

O Start Path é um programa online de seis meses, com acesso à tecnologia, mentoria de executivos sêniores e recursos em um montante não revelado. 

Apenas nove empresas foram selecionadas, entre 1,5 mil candidatas. Do grupo, seis são dos Estados Unidos, duas da Austrália e uma brasileira.

A ferramenta da empresa conecta por biometria facial o rosto de cada usuário com os mais diferentes meios de pagamento utilizados por varejistas, como cartões de crédito, private labels, wallets, adquirentes, subadquirentes e gateways de pagamento. 

“A notícia demonstra o quão dedicados e capacitados estamos para enfrentar as adversidades do mercado de pagamentos, um setor extremamente disputado e em constante crescimento, e também certifica como a nossa tecnologia biométrica é uma forte tendência para o futuro”, conta Ricardo Fritsche, CTO e cofundador da fintech. 

Fritsche fundou a Payface em 2018, em Florianópolis, junto com Eládio Isoppo.

Em 2012, Isoppo participou da fundação da Aquarela, startup de Big Data, e, em 2014, criou o H2App, um aplicativo para compra de galões de água sem sair de casa que acabou sendo comprado por acionistas de uma indústria de água mineral do sul do país. 

Já Fritsche havia cofundado  em 2009 a Meritt, uma edtech que tem o objetivo de usar a inteligência no uso de dados para melhorar o processo de ensino e aprendizado dos alunos.

A Payface vem chamando atenção de investidores e programas de aceleração.

Em 2020, ela captou R$ 3 milhões em rodada seed liderada pela empresa BRQ Digital Solutions, o fundo Next A&M e a aceleradora Darwin Startups. A fintech também já havia recebido R$ 400 mil da Darwin Startups em 2019.

Além do projeto da Mastercard, a Payface chegou à final do programa de aceleração da Qatar Fintech Hub (QFTH), co-fundado pelo Qatar Development Bank (QDB), em 2020. Entre as startups selecionadas, a Payface também foi a única com origem na América Latina.

Com quase três anos de atuação, a startup já tem projetos implementados em varejistas dos estados de Santa Catarina, Bahia, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

Dois clientes de peso são a Super Muffato, grupo paranaense de supermercados, e a Angeloni, a maior rede de Santa Catarina, que já aceitam pagamentos baseados na tecnologia de biometria facial da Payface.

Veja também

VAREJO
Super Muffato tem pagamento por biometria facial

Projeto é da Payface, uma startup de Florianópolis que está em alta no nicho.

EXCLUSIVO
Payface conquista PCI DSS

Certificação determina um padrão de segurança de dados para transações financeiras.

BIOMETRIA
Payface recebe aporte de R$ 3 milhões

Startup de pagamento por reconhecimento facial já intermediou mais de 100 mil transações.

PARCEIROS
KMM leva B1 para área de logística

Empresa vai levar ERP da SAP para sua base de 1 mil clientes na área de transporte.

ATENDIMENTO
Riachuelo aposta em autosserviço com DialMyApp

A ferramenta digitaliza as ligações para centrais de atendimento na tela do smartphone.

GAMES
Rei do Pitaco recebe aporte de R$180 milhões

Startup já havia captado R$28 milhões em rodada seed no início de 2021.