Amazon Appstore vem aí no Brasil. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Em sua estratégia de expandir sua loja de apps para Android, a Amazon prepara sua chegada em cerca de duzentos países em todo o mundo - incluindo aí o Brasil.

Para marcar o plano, a varejista anunciou nesta quarta-feira, 17, que desenvolvedores destes países já podem submeter seus aplicativos para que sejam incluídos na lista de venda do site, que deve chegar "nos próximos meses", segundo a Amazon.

Conforme destaca o IDGNow, a lista conta com países como Austrália, Brasil, Canadá, México, Índia, África do Sul e Coréia do Sul, entre outros.

Atualmente a empresa conta com versões de sua loja de aplicativos nos Estados Unidos, Alemanha, França, Itália, Espanha, Japão e Reino Unido.

Para a Amazon, a chegada da loja virtual é fator importante para o sucesso de outros produtos da companhia, como o Kindle Fire, cujos programas podem ser adquiridos pela Amazon Appstore.

"Se a Amazon quer ser vista como uma alternativa séria neste mercado, ela precisa oferecer sua loja em âmbito mundial. Isso é fundamentalmente importante, disse Paolo Pescatore, analista da consultoria CCS Insight.

Para Pescatore, o desafio da empresa é não só ampliar a distribuição de seus aparelhos, mas também atrair desenvolvedores locais. Em alguns mercados há uma grande proporção de downloads atribuídos a apps localmente relevantes.

Esta preparação para a chegada da Appstore também sugere que o Brasil deve receber em breve o Kindle Fire. Por enquanto, no Brasil, a empresa só comercializa os e-readers da linha, o Kindle tradicional e o Kindle Paperwhite.