Cassinos agora podem vir para dentro da sua casa. Foto: Pixabay.

Hoje é comum usar celulares e smartphones para tudo, principalmente no quesito entretenimento, como ver vídeos, jogar online e usar as redes sociais. Apostar pela internet é outra diversão que pode ser feita tanto pelo celular como pelo computador. Para isso basta acessar os sites de apostas ou baixar um aplicativo. 

Além do entretenimento propriamente, quando o usuário pode acompanhar disputas esportivas ou se divertir em jogos de cassino, apostar dinheiro torna a diversão muito mais emocionante ainda, afinal competir faz parte da natureza humana. Esse é um dos segredos do forte crescimento desse mercado nos últimos anos no país. O mercado de apostas online já movimenta um alto valor pelo Brasil. Estima-se que apostadores brasileiros movimentem anualmente cerca de R$ 2 bilhões.

A legalização dos cassinos e das apostas online já está no horizonte político brasileiro. Se os casinos físicos ainda são totalmente proibidos no país, sites de apostas online já operam por aqui há algum tempo, mas com a estrutura, como servidores, hospedada em país com legislação vigente que permite a prática. 

Por aqui, o assunto vem sendo discutido já há alguns anos, com alguns avanços recentes. Em dezembro de 2018 a Lei 13.756/18, decorrente da Medida Provisória 846/2018, foi promulgada. Ela foi considerada o primeiro passo concreto para a legalização das apostas no Brasil.

De acordo com a nova lei, o Ministério da Fazenda tem prazo de dois anos, prorrogável por mais dois anos, para regulamentar a atividade e será responsável pela autorização e concessão das loterias de apostas. Com isso, cassinos online estrangeiros já podem patrocinar equipes esportivas no país.

O time de maior destaque a se beneficiar da nova lei foi o Santos. Pelo período de um ano, o site “Casa de Apostas”, que é especializado em apostas esportivas, ficará estampado no espaço da omoplata da camisa santista. A marca já estreou no jogo contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte, pela rodada de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, em meados de maio. A equipe santista acabou eliminada da competição pelo time mineiro. Vitória da Bahia e o Botafogo também possuem acordos com a “Casa de Apostas”.

Enquanto o governo ainda discute de que maneira os cassinos poderão operar no Brasil e os sites estrangeiros de apostas já lucram no país, a população tem mais dúvidas do que opiniões sobre o tema. Ainda pouco familiarizados, especialmente com as apostas online, os brasileiros têm preocupações que vão além do risco de descontrole nas apostas e de perdas financeiras – as questões que mais trazem dúvidas são sobre a segurança e a tecnologia desses sites. De que maneira eles gerenciam os dados pessoais dos apostadores? Como é feita a gestão do dinheiro investido online? Conheça algumas respostas para estas questões.

Criptografia, um cuidado fundamental

Vital para qualquer site que lida com informações pessoais de seus usuários, a tecnologia de criptografia indica que o cassino online é seguro. A ferramenta de criptografia digital de 128bits ou um certificado SSL, é considerado um passaporte digital, que certifica as credenciais de empresas que têm negócios online. Naturalmente, isso também vale para cassinos online.

Um site com essa tecnologia não possibilita acesso de hackers a informações pessoais dos jogadores e assegura que as transações financeiras fiquem livres de ameaças. A vigilância e o controle dos dados e das operações efetuadas são constantes, tornando praticamente impossível o roubo de dados.

Lisura com números aleatórios

Outro ponto de desconfiança é em relação à lisura dos jogos online. Se já é difícil crer que não há manipulação em jogos que acontecem diante dos nossos olhos, como a roleta e o black jack, a cautela é ainda maior quando tudo acontece por computador. Os usuários dos principais sites de apostas do mundo, como o Betway, podem ficar plenamente tranquilos em relação às possíveis trapaças. Esses sites utilizam um gerador de números aleatórios para terem total imparcialidade. Como era de se supor, essa ferramenta é constantemente auditada. Ou seja, o usuário está protegido contra a manipulação de resultados.

De olho no software

O apostador mais atento deve pesquisar bem quais são os softwares de jogos online mais conhecidos e confiáveis, e verificar se o seu site preferido faz uso dessas tecnologias. Ficar de olho nas discussões em fóruns online pode ser um bom ponto de partida. Os softwares dos principais provedores mundiais só podem ser utilizados por sites de cassinos licenciados por uma jurisdição. Os principais desenvolvedores de softwares no mercado atualmente são: iGlobal Media, Boss Media, RTG, Odds-on, MicroGaming, Cryptologic, Water Logic e PlayTech. 

Esteja atento ao selo de certificação

Um site sem certificação de segurança não deve sequer ser visitado, que dirá ser digno de receber dados pessoais e transações financeiras de seus usuários. Em casos de certificações desconhecidas, vale uma pesquisa prévia em sites especializados no universo dos cassinos online. A própria comunidade de apostadores vai apontar o melhor caminho a ser seguido. Países com forte tradição na hospedagem de cassinos online devem ser privilegiados. Por exemplo, se o cassino tiver uma certificação da Malta Gaming Authority (Autoridade de Gaming de Malta), é possível ter a certeza de que o governo desse país está acompanhando bem de perto suas atividades. Como as apostas online são uma das principais fontes de renda desses países, zelar por um certo grau de confiabilidade é uma tarefa primária para eles.

Por agência digital emarket