CHINA

Huawei terá centro no Tecnopuc

17/07/2014 17:43

Assinatura foi feita em Brasília, durante cúpula Brasil-China.

Tamanho da fonte: -A+A

A Huawei, gigante chinesa de telecomunicações, vai instalar um centro de inovação no Tecnopuc, parque tecnológico da PUC-RS, em Porto Alegre.

O governo do Rio Grande do Sul, através da Procergs e do Badesul, assinou acordo de cooperação técnica e estratégica com a Huawei, nesta quinta-feira, 17, em Brasília, durante cúpula Brasil-China.

Em nota, o governo do estado informa que a partir do acordo, a estatal gaúcha de procassamento de dados Procergs e a Huawei vão trabalhar em conjunto em projetos de cidades digitais, computação em nuvem e comunicações unificadas.

“Procergs e Badesul entram com o seu know-how em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e a Huawei fornecerá soluções, tecnologias e todo o suporte técnico necessário”, afirma o texto, o que é um pouco estranho, visto que o Badesul é um banco de fomento e não uma empresa de tecnologia.

O mais provável é que o Badesul financie a operação de alguma maneira, mas o comunicado do governo não dá detalhes nesse sentido. 

Ainda no mês passado, o banco estatal de fomento gaúcho liberou uma verba de R$ 6 milhões para projetos de cidades digitais de até 17 cidades gaúchas com até 50 mil habitantes. 

Em agosto, o presidente do Badesul, Marcelo Lopes, e o presidente da Procergs, Carlson Aquistapasse estarão na sede da empresa na China para discutir a fabricação de produtos no Rio Grande do Sul. 

A Huawei abriu recentemente dois centros de P&D no Brasil. Um deles está em Campinas, onde a pesquisa é voltada para redes 4G em parceria com o CpqD.

Outro centro é operado em parceria com a Brisa, instituto de pesquisa e desenvolvimento ligado ao governo federal em Salvador, na Bahia, onde o foco é virtualização das funções de rede (NFV), comunicações unificadas (UC) e sistemas multimídia via IP (IMS).

A Huawei possui uma rede de centros de P&D conectados ao redor do mundo, que contam com cerca de 70 mil profissionais. Em 2013, a Huawei investiu mais de US$ 5 bilhões em pesquisa e desenvolvimento globalmente.

No país há mais de 15 anos, a Huawei do Brasil atua no mercado nacional de banda larga fixa e móvel com parcerias estabelecidas com as principais operadoras do país. 

A empresa tem operações em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba e Recife, além de possuir um centro de treinamento em Campinas e um centro de distribuição em Sorocaba.

Em agosto do ano passado, a companhia anunciou a fabricação brasileira de smartphones em parceria com a Compal Electronics em sua planta na cidade de Jundiaí, interior paulista, com um investimento de R$ 5 milhões até 2014, com previsão de produção de 100 mil unidades do modelo G510 exclusivamente para abastecimento do mercado brasileiro. 

O acordo foi assinado em meio a uma saraivada de parcerias entre os dois países divulgada durante o evento. A presidente Dilma Rousseff e o presidente da China, Xi Jinping, assinaram cerca de 30 atos em áreas como aviação civil, energia, sistema financeiro, infraestrutura, educação, mineração, tecnologia, resseguros, construção e agricultura. 

O Rio Grande do Sul conduz há algum tempo sua própria estratégia de aproximação com a China, incluindo missões empresariais ao país. O maior resultado até agora é a vinda da fábrica de caminhões da Foton para Guaíba, um investimento no valor de R$ 250 milhões.

Veja também

LABORATÓRIO EM SALVADOR
Huawei investe mais em P&D no Brasil

Huawei pretende ampliar sua presença com laboratório nas instalações da Brisa em Salvador.

EXCLUSIVO
Conheça os planos de Teza

O trabalho de Teza agora é provar que ele estava certo.

NEM TODOS SOBREVIVERÃO
CEO da Cisco: vem aí um apocalipse na TI

John Chambers, crítico perspicaz do cenário de TI, não tem previsões muito animadoras para o segmento nos próximos anos.

INOVAÇÃO
Huawei e CPqD: P&D em 4G no Brasil

Objetivo do projeto é desenvolver tecnologias de software inovadoras para uso em redes LTE.

FATURAMENTO
Samsung bate Apple em 2013

Foram 319,8 milhões de aparelhos vendidos, o que representa 32,2% do mercado.

CRESCENDO
RS: 255,7 mil pessoas votam orçamento web

Com 255,7 mil votantes em três dias, estado definiu por voto direto parte do orçamento em 2015.

NOVIDADE
Governo lança app de serviços do RS Móvel

Para a nova versão, foi dobrado o número de serviços oferecidos, com cerca de 50 itens.