PRODUTIVIDADE

AFIP adota Office 365 com Brasoftware

17/07/2019 10:53

O projeto envolveu pouco mais de 2,5 mil contas do pacote da Microsoft.

A AFIP agora tem mais de 2,5 mil contas do pacote Office 365. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A AFIP (Associação Fundo de Incentivo à Pesquisa) implementou o Office 365 com apoio da Brasoftware. O projeto envolveu pouco mais de 2,5 mil contas do pacote corporativo da Microsoft.

"Decidimos implementar o Office 365 pela interface da solução, menor impacto em termos de mudanças para os usuários e maior adesão e sucesso com os colaboradores da instituição, solucionando problemas de armazenamento e limite da caixa postal dos e-mails, que agora estão na nuvem", explica Leandro Neves, gerente de infraestrutura de TI da AFIP.

A AFIP é privada, sem fins lucrativos e filantrópica. A instituição fornece suporte financeiro para atividades de docência, pesquisa científica e atendimento médico à comunidade.

Com sede em São Paulo, a AFIP mantém mais de 50 endereços em 8 estados brasileiros, para o cumprimento de suas finalidades estatutárias e sociais.

Mais de 1.200 trabalhos científicos foram realizados e publicados em revistas indexadas com apoio da organização, além de congressos, simpósios, cursos, etc. 

Antes do Office 365, a associação armazenava os dados em um servidor local, no data center da própria entidade. Dessa forma, adversidades no ambiente geravam dificuldades com os e-mails. 

Com o Office 365 não há necessidade de um servidor local, manutenção de equipamentos e backup, pois a solução é fornecida em nuvem, no modelo de serviço.

O projeto também iniciou a utilização do Teams na organização. A ferramenta é voltada para colaboração, gestão de projetos, compartilhamento de arquivos e comunicação entre equipes. 

"Com o Teams, foi possível oferecer aos colaboradores da AFIP acesso a recursos de vídeo conferência e compartilhamento de arquivo, reduzindo custos com viagens e deslocamentos e claro, aumento de produtividade", comenta Elaine Faben, gerente da Brasoftware Consulting.

A implementação da solução durou seis meses e contou com um trabalho de divulgação interna na associação, com o objetivo de compartilhar os ganhos técnicos e conscientizar os colaboradores sobre a importância da evolução tecnológica da entidade.

"O mercado está sempre se renovando e nós precisamos acompanhar esse ritmo. Neste ponto também, o Office 365 se apresentou como uma solução ideal, nos ajudando com a modernização das nossas ferramentas, atendendo a novos requisitos de segurança, e propondo um modelo de trabalho mais colaborativo e produtivo", conclui Leandro Neves.

Fundada em 1987, a Brasoftware comercializa soluções de empresas como Microsoft, Autodesk, Adobe, Symantec, McAfee, Citrix, Arcserve, Corel, entre outras. Em 2002, a empresa criou uma divisão de serviços, a Brasoftware Consulting, com atuação nas áreas de desenvolvimento, implementação e infraestrutura.

Com escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Brasília, a companhia tem clientes como BrasilPrev, Claro, Cielo, Editora Abril, Grupo Votorantin, Serasa Experian, Vivo, Sky, Eletrobrás, UOL e Senai-SP.

Veja também

MOVIMENTO
Sonda vende Microsoft para governo no Brasil

Chilenos entraram no time de nove parceiros da MS que podem disputar licitações.

EQUIPE
Buysoft contrata gerente para Autodesk

Rafael Streda foi Technical Sales Specialist Autodesk da PARS. 

NUVEM
Multilog: SAP S/4HANA na Azure com Brasoftware

O processo de implementação do ERP durou cerca de sete meses.

EDUCAÇÃO
Centro Paula Souza: Kaspersky para segurança

A implantação foi feita com apoio da Brasoftware.

MICROSOFT
Cigás adota Office 365 com Brasoftware

A Companhia de Gás do Amazona atua na distribuição e comercialização de gás natural.

TRAVOU
Microsoft desiste de cobrar parceiros

Tentativa de mudança na política de canais deu pau e foi preciso reinicializar a máquina.

CARO DEMAIS
Microsoft se explica aos parceiros. Vai colar?

Companhia justifica o fim do almoço grátis para canais.

FIM DE FESTA
Microsoft corta licenças para canal

Revendas pequenas tinham software mais barato a varrer. Agora a diversão acabou.

GESTÃO
Microsoft proíbe uso do Slack

A empresa cita riscos de segurança como justificativa.