James Rocha.

A Meta, empresa de tecnologia com atuação nacional, acaba de abrir uma nova frente de atuação, focada em capacitação para profissionais e empresas, a partir da filial em São Paulo e com destaque especial para o tema agilidade.

A nova frente vem embalada pela parceria com a Scaled Agile, proprietária da metodologia de implementação corporativa de agile SAFe.

Os parceiros se comprometem a certificar seus profissionais para fazer implantações de acordo com as especificações da Scaled Agile Framework, além de poderem oferecer treinamentos oficiais.

Até agora, a Scaled Agile era representada no país principalmente pela Adaptworks, uma consultoria paulista especializada em métodos ágeis com clientes de grande porte no país. Também são parceiras as multinacionais CA, Unisys, Everis e GFT.

“Agregamos nossa experiência de 28 anos entregando serviços e empacotamos um formato funcional, para suportar o crescimento dos nossos clientes por meio de capacitações diversas, que envolvam tecnologia e negócio”, afirma James Rocha, diretor de operações da empresa. 

Trata-se de um novo nicho de mercado para a empresa, que atualmente atua em consultoria, software, operações e SAP.

A Meta já tem uma experiência consistente quando o assunto é agilidade. 

A companhia vem apostando em métodos ágeis faz alguns anos, sendo ela mesma um case de transformação: em 2017, a empresa “virou o fio” e passou a entregar mais da metade dos seus projetos de desenvolvimento usando práticas ágeis.

Antes, a Meta trabalhava numa abordagem tradicional, centrada na metodologia de qualidade de software CMMI.

A área ágil da Meta oferece desenvolvimento de software e também os chamados “agile coachs”, profissionais que ajudam a estruturar práticas ágeis dentro das empresas clientes. A Globo é um dos cases da companhia nesta oferta.

A Meta tem escritórios no Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Miami e mil funcionários atendendo uma carteira de 350 clientes, incluindo nomes como Lojas Renner, Herval, Hospital Sírio Libanês, Unimed, Sicredi e GetNet.

Objetivo da empresa é dobrar de tamanho até 2020.