Comunidade do Pilar fica na área central da capital pernambucana. Foto: Beto Oliveira/Porto Digital.

O Porto digital, localizado em Recife e considerado um dos parques tecnológicos mais importantes do país, está oferecendo wi-fi gratuito para todos os moradores da comunidade do Pilar, localizada na área central da capital pernambucana. 

No projeto chamado de Pilar Conectado, participam as empresas Elcoma Vagalume, Avantia, UmTelecom e Lemos Telecom, com apoio do Softex Recife, CESAR e Instituto Qualidade no Ensino. 

A previsão é atender a cerca de 875 pessoas na área que engloba quatro prédios do conjunto habitacional e casas nas áreas ao redor da localidade. Ao todo, são 600 celulares e 100 laptops utilizados por 300 famílias da comunidade.

Além do sinal de internet, a iniciativa prevê ações educativas sobre prevenção e cuidados durante a pandemia para a população da comunidade, com a premissa de diminuir o impacto da Covid-19 para os moradores em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

O projeto também permite a geração de conteúdos educativos e a realização de pesquisas sem identificação pessoal.

Além desse projeto, o Porto Digital também tem a campanha Ajude o Pilar, com a Accenture e a Gerando Falcões, para arrecadar doações para os moradores da comunidade durante o período de isolamento social e pandemia.

O Porto Digital é um parque urbano instalado no centro histórico do Bairro do Recife, mas já conta com áreas de expansão para os bairros de Santo Antônio, São José e Santo Amaro - o que totaliza uma área de 171 hectares na capital pernambucana. 

A região, antes degradada e de pouca influência na economia local, vem sendo requalificada de forma acelerada em termos urbanísticos, imobiliários e de recuperação do patrimônio histórico edificado. 

Desde a fundação do parque tecnológico, em 2000, já foram restaurados mais de 138 mil metros quadrados de imóveis históricos.

Atualmente, o Porto Digital abriga 330 empresas, organizações de fomento e órgãos de governo, com 11 mil profissionais e empreendedores. Esses empreendimentos geram um faturamento anual de mais de R$ 2,3 bilhões.

Entre as grandes empresas presentes no parque, estão Fiat, IBM, Locaweb, TIVIT e Uber.