VIRTUALIZAÇÃO

VMware sob novo comando no Brasil

17/08/2012 17:40

Executivo vem com experiência de empresas como Estado de S. Paulo, Oracle, IDC e IBM.

Fábio Costa. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Fábio Costa é o novo responsável pela operação da VMware no Brasil.

Com mais de 20 anos de experiência, ele foi diretor Executivo do Grupo Estado de S. Paulo, VP de vendas para América Latina na Oracle e, antes, presidente da IDC Brasil e diretor da Telemar por cinco anos.

Costa foi, ainda, Principal do IBM Consulting Group por oito anos.

Na VMware do Brasil, ele terá a missão de reforçar a presença da companhia em software defined-datacenter, considerada, segundo o executivo, “o próximo passo depois da virtualização da infraestrutura”.

Costa é PhD em Administração de Empresas (Finanças) pela PUC-RJ e graduado em Computação pela PUC-RJ.

A VMware atua em soluções de virtualização e infraestrutura em nuvem, atendendo a mais de 350 mil clientes e contando com mais de 125 nuvens públicas vCloud implantadas em 26 países.

A empresa encerrou 2011 com faturamento de US$ 3,77 bilhões.

Veja também

+ CLOUD
LinuxClass: aula de virtualização em Floripa

A LinuxClass, promove o seminário de VMware vSphere Enterprise 5 de 14 a 16 de maio em Florianópolis.

O evento visa a passar aos participantes os fundamentos para desenho e implementação de projetos de Virtualização/Cloud de infra-estrutura utilizando o produto VMware ESXi e vCenter Server. 

MUDANÇAS NO TIME
Unisys tem novo comando no Brasil e AL

Empresa remodela time como parte da estratégia de crescimento na região.

COUNTRY MANAGER
Red Hat Brasil tem novo comando

Fontoura estava no posto há dois anos e não revelou novo destino. Bonnuci vem da Unisys.

Vocalcom tem novo country manager no Brasil

Carlos Carlucci é o novo country manager da Vocalcom no Brasil.

O executivo vem para a subsidiária da fornecedora francesa de soluções para contact centers após atuar como diretor Comercial da empresa.

Ao todo, Carlucci soma 27 anos de carreira no mercado de TI, sendo 15 deles dedicados à área de call center e, os últimos quatro, ao setor comercial.