A IBM acaba de lançar uma nova tecnologia aberta projetada para facilitar o gerenciamento multicloud. Foto: Divulgação.

A IBM acaba de lançar uma nova tecnologia aberta projetada para facilitar o gerenciamento, a movimentação e a integração de aplicativos em diferentes infraestruturas de computação em nuvem. 

O Multicloud Manager da IBM fornece uma central de controle para empresas à medida que elas incorporam cada vez mais recursos de nuvem pública e privada com sistemas on-premise já existentes.

O sistema é executado na plataforma IBM Cloud Private, baseado na tecnologia de orquestração de contêineres Kubernetes.

A solução tem capacidade de gerenciar e integrar workloads em nuvens de diferentes provedores, como Amazon, Red Hat e Microsoft. No entanto, a divulgação do serviço afirma que ele é otimizado para IBM Cloud.

O relatório do Gartner aponta uma fatia de 1,9% para a participação da IBM no mercado de nuvem pública. Amazon e Microsoft ocupam os primeiros lugares com 51,8 e 13,3%, respectivamente.

Assim, para promover o novo sistema, a IBM reforça que uma pesquisa do Institute for Business Value, da IBM, mostra que quase todas as empresas pesquisadas estão usando alguma forma de computação em nuvem hoje, com 85% usando mais de um ambiente de nuvem. No entanto, a pesquisa da Ovum mostra que 80% das cargas de trabalho de missão crítica e os dados confidenciais ainda estão sendo executados em sistemas locais.

É nesse ponto que a empresa espera ingressar com o Multicloud Manager, voltado no gerenciamento de plataformas de nuvem pública e privada como se fossem um único ambiente.

Para o The Register, a chegada do Multicloud Manager demonstra uma aceitação do fato de que a Microsoft e a Amazon estão firmes com a maior parte do mercado de nuvem. Enquanto a IBM pode não ser capaz de igualar a dupla em termos de números, ela terá foco em vender aos usuários serviços destinados a consertar qualquer problema que possam encontrar na combinação de ambientes.