Uber quer bombar na Ásia com Baidu. Foto: divulgação.

A Baidu, gigante chinesa em serviço de buscas, anunciou um acordo de investimento no Uber, aplicação que permite a contratação de motoristas por meio do celular. O valor do aporte não foi divulgado.

Segundo as duas companhias, o acordo estratégico compreenderá a integração dos serviços Baidu Map e Mobile Baidu ao Uber, simplificando a conexão com os parceiros motoristas da plataforma.

O Uber vai também promover a busca do Baidu e criar funções exclusivas para os aplicativos de mapas e localização do Baidu, que é a plaforma líder em mapas na China e está em processo de localização para novos mercados.

No início de dezembro, a empresa já tinha captado um aporte de US$ 1,2 bilhão, vindo dos fundos Sequoia, TPG, Fidelity Investments, Wellington Management, Kleiner Perkins Caufield & Byers e Menlo Ventures. Com isso, a empresa passou a ser avaliada em US$ 40 bilhões.

Segundo analistas, ao se unir ao Baidu o Uber aumenta suas chances de emplacar no mercado de apps na Ásia. Nos Estados Unidos, o Uber já tem investimentos da Google Ventures, braço de investimentos do Google.

Entretanto, na Ásia a história é outra. Na China, por exemplo, o Google Play não está disponível e a 91Wireless, controlada pela Baidu, é uma das maiores lojas de app do país, com cerca de 160 milhões de apps baixados diariamente.

No geral, a empresa asiática conta com 500 milhões de usuários mobile ativos - só o Baidu Map tem aproximadamente 240 milhões de usuários diários, um grande ativo em termos de informações e coleta de informações como históricos de viagem e rotas.

Além disso, o Brasil também está na mira do Baidu. Em 2013, a empresa iniciou suas operações no país, uma investida que também pode interessar ao Uber, que já atua de forma tímida nas principais capitais do país.

"Esta colaboração é um marco para o Uber", diz Travis Kalanick, CEO do Uber. "Estamos atualmente em 250 cidades ao redor do mundo, e a região Ásia-Pacífico tem sido uma área-chave de crescimento para nós. Nossa parceria com o Baidu reflete o nosso compromisso com a internacionalização do Uber e com a crescente comunidade de motoristas parceiros em todo o mundo".