SEGURANÇA

Forcepoint tem novo gerente de canais no Brasil

18/02/2020 12:41

Marcelo Dossi veio da Symantec, onde atuou na área de canais nos últimos nove anos.

Marcelo Dossi.

Tamanho da fonte: -A+A

Marcelo Dossi acaba de assumir como o novo gerente de contas do canal para o Brasil da Forcepoint.

O executivo era gerente de contas de parceiros na Symantec, onde esteve pelos últimos 10 anos e assume no lugar de Marcelo Saburo, promovido recentemente para a liderança de canais para América Latina.

"Contratar um executivo de canal de ponta como Marcelo Dossi mostra nosso compromisso com o sucesso junto aos nossos clientes no Brasil", afirma Saburo.

No mercado desde o começo desde 1990, o executivo também passou por cargos de gerência na Afina, Anixter e Ingram Micro.

A Forcepoint começou o ano mexendo na operação no país.

Na semana passada, foi anunciado um novo country manager: Felipe Canale, ex-gerente regional da RSA Security para Brasil e Cone Sul.

O novo country manager da Forcepoint estava na RSA nos últimos seis anos e é um profissional experiente no segmento de segurança.

Ele também foi gerente regional da Crossbeam Systems, diretor de canais da McAfee e passou por cargos de gerência na Check Point e Internet Security Systems e Westcon Brasil.

Canale se reportará diretamente à Wagner Tadeu, vice-presidente da Forcepoint para América Latina desde junho de 2018.

Tadeu tem aumentado a presença da Forcepoint no Brasil, quase dobrando a equipe da empresa para 20 pessoas.

A Forcepoint é resultado da compra da Websense e da Stonesoft, uma companhia da Intel, por parte da divisão de cibersegurança da gigante de defesa americana Raytheon.

No Brasil, a empresa começou o trabalho com uma base consolidada de clientes a partir das empresas atendidas pela Websense, que já tinha presença no país, e o ecossistema de canais Intel, que vendia Stonesoft no Brasil.

O portfólio da Forcepoint reúne sistemas que, além de protegerem a rede de ameaças externas, monitoram o comportamento dos funcionários para avaliar riscos de falhas (como abertura de e-mails com vírus) ou ações mal-intencionadas, como roubo de informações.

A Forcepoint oferece sistemas como DLP (Data Loss Prevention), UEBA  (User and Entity Behavior Analytics), CASB (Cloud Access Security Broker), Web/Email Security e Next-Generation Firewall (NGFW).

Veja também

INOVAÇÃO
Lucas Di Grassi em eventos da Forcepoint

Companhia de segurança fechou acordo com piloto brasileiro, destaque na Fórmula E.

TROCA
Forcepoint tem novo country manager

Fellipe Canale, ex-RSA, assume o comando da multinacional de segurança no país.

SEGURANÇA
ApliDigital distribui F-Secure

Distribuidora especializada em segurança é um reforço para a F-Secure no país.

CONTRATAÇÃO
BMC tem novo gerente de canais

Antes, Wellington Lobo atuava na Forcepoint, cumprindo o mesmo cargo.

COOPERAÇÃO
CompTIA cria conselho de cibersegurança

Grupo é liderado por Fernando Silva, VP da Tempest Security Intelligence.

BOMBANDO
Linkedin: segurança e Salesforce em alta

Rede social lançou lista de 15 profissões em alta para 2020 no Brasil. 

VAZAMENTO
Unimed expõe dados de pacientes

Falhas em banco de dados possibilitam acesso a fichas cadastrais completas de pacientes.

SEGURANÇA
Vivo admite vazamento de dados

Segundo os pesquisadores do WhiteHat Brasil, a falha pode afetar dados de pelo menos 24 milhões de clientes.

PROTEÇÃO
Arteris reforça segurança com Trend Micro

O projeto busca proteger endpoints, servidores e tráfego da rede.

FINTECH
Nubank: segurança com Fortinet

A fintech implantou o Security Fabric.

CORPORATIVO
Vivo lança unidade de cibersegurança

A ElevenPaths conectará o SOC  da Vivo a uma rede global de outros 10 SOCs do Grupo Telefónica.