Marcelo Maldi, diretor da Extreme Networks Brasil. Foto: Divulgação.

A Extreme Networks anunciou um pacote de mobilidade segura com ferramenta Analytics, segurança de rede e gestão unificada. O novo leque all-inclusive de produtos combina equipamentos, software e licenças com foco em resultados em negócios. O pacote é oferecido com desconto de até 50% e com metade do valor de manutenção para atuais clientes de Aruba Networks e HP.

O preço especial é valido entre abril e dezembro de 2015.

A estratégia busca captar clientes impactados pelo processo de compra da Aruba, fabricante especializada em redes sem fio, pela HP.

Segundo a empresa “todo processo de aquisição e fusão de uma grande corporação com uma multinacional de menor porte gera impactos no atendimento personalizado às empresas atendidas”. 

“As empresas estão trabalhando a infraestrutura de TI no sentido de aprimorar suas redes wi-fi legadas para melhorar a experiência do usuário, aperfeiçoar a análise de dados e aumentar a produtividade. Nosso objetivo é atender o cliente de forma completa ao mesmo tempo personalizada”, explica Marcelo Maldi, diretor da Extreme Networks Brasil. 

O novo pacote de soluções inclui a tecnologia wireless IdentiFi, plataforma de gerenciamento unificado de rede NetSight, sistema  de gestão BYOD (Bring Your Own Device) Mobile IAM, controle de acesso à rede (NAC) e a tecnologia Purview, solução da indústria de infraestrutura que alia gestão e análise completa de dados da rede.

"Este pacote vai atender não só as empresas impactadas pela situação da Aruba-HP, mas à base ampla dos segmentos de saúde, educação, esportes e entretenimento, empresas e os usuários de órgãos governamentais no mundo todo”, avalia Jeff White, chief revenue officer da Extreme Networks.

Outra empresa que anunciou um desconto especial para clientes da Aruba foi a Aerohive. Intitulado "tire-me desta ilha", o programa oferece aos clientes da Aruba até 25% de desconto para a compra de qualquer equipamento de rede Aerohive até o final do ano.

A Aruba foi arrematada no início deste ano pela HP por US$ 2,7 bilhões, um dos maiores valores pago pela HP desde a compra da Autonomy, em 2010.

Antes da aquisição, a Aruba era uma das líderes no mercado de rede wi-fi, com grande parte de sua receita vinculada a sua arquitetura WLAN baseada em controlador.