Vanderlei Buffon. Foto: divulgação.

A caxiense Promob, fabricante de software com foco no setor moveleiro, aumentou as vendas em 127% entre janeiro e maio deste ano, o que reforça a meta de faturar R$ 40 milhões, 60% a mais do que os R$ 25 milhões de 2011.

A expansão nas vendas refere-se ao Promob ERP/MCM, softtware que resulta da fusão, em novembro passado, com a MCM, de Bento Gonçalves.

A transaçao somou às soluções da Promob, especializada em gestão de lojas, funções para área industrial, e o incremento se refletiu na carteira, que hoje soma 400 clientes de gestão fabril, 300 de sistemas personalizados e mais de 17 mil lojistas e profissionais de marcenaria e arquitetura.

“Fabricantes e lojistas de móveis passam a ter soluções completas em software, desde  projeto,  manufatura, gestão da fábrica e gestão da loja, em um só fornecedor”, comenta Vanderlei Buffon, diretor Mercadológico da Promob.

Já Roberto Migliavacca, diretor Comercial da Unidade de Gestão Fabril da empresa, ressalta que o ERP atende da manufatura à gestão do relacionamento com clientes, além de gerar e cruzar dados referentes à empresa e produtos que ela fabrica, crianndo cenários de análise.

“Podemos aplicar esse processo em empresas que estão no início de suas atividades, quando há menos exigências e capacidade de investimento, ou nas que já necessitam de sistemas sofisticados”, enfatiza Migliavacca.

MAIS NO CARRINHO
Já integrada às operações, a MCM não será a única compra da Promob: conforme Buffon, o crescimento inorgânico segue no foco.

“Projetamos  novas aquisições para 2012, além do lançamento de produtos”, planeja o executivo.

MAIS NO EXTERIOR
Além da sede em Caxias, a Promob tem filiais nacionais em Curitiba, São Paulo, Florianópolis, Belo Horizonte e Salvador, e três internacionais, no México, Argentina e Estados Unidos.

Em Buenos Aires, a Promob abriu anunciou a abertura em janeiro deste ano, com investimento de US$ 60 mil, de recursos próprios, em uma unidade que já largou com cerca de 135 clientes.

Nos EUA, o destino foi Miami e o investimento, de US$ 240 mil, entre aporte próprio e recursos provindos da Apex.

A filial do México foi a primeira aberta pela empresa no exterior, em 2009.

Hoje, as vendas externas têm fatia média de 10% do faturamento geral, mas a meta é aumentar o número também com base nas revendas que representam a marca gaúcha na Espanha, Portugal e Paraguai, mais projetos pontuais que já atendem a mais de 30 países.

SUPER BASE
Ao total, a Promob opera com 60 mil licenças distribuídas.

Seus softwares são utilizados por cerca de 12 mil lojas de móveis de todo o Brasil e empregados por mais de cinco mil profissionais das áreas de arquitetura, design de interiores e marcenaria.

SUPER MERCADO
Não à toa: o setor moveleiro é uma indústria de cerca de 15 mil empresas instaladas no Brasil (sendo 80,2% no Sul e Sudeste), receita de R$ 31,5 bilhões e exportações de US$ 770 milhões em 2011, segundo dados do Instituto de Estudos e Marketing Industrial e do relatório Brasil Móveis 2011.