Fabiano Vergani, diretor da Bitcom Internet, de Caxias do Sul. Foto: divulgação.

A Bitcom, provedora caxiense de internet, acaba de se tornar a terceira companhia do país a oferecer o sistema ISP TV, ao lado da carioca Gigalink e da paranaense Isuper.

A oferta é resultado de uma parceria com as empresas WDC Networks e Algar Telecom, em um programa que contempla os provedores de serviço de internet (ISPs, na sigla em inglês) regionais de pequeno e médio porte, autorizando-os a vender e prestar atendimento da ISP TV em suas regiões de atuação.

Com 17 anos de mercado, atualmente a Bitcom atende cerca de 15 mil assinantes, em 80 municípios na região da Serra, dos vales do Taquari e do Sinos.

Além da internet banda larga, a Bitcom oferece serviços de telefonia fixa e monitoramento de segurança.

PLANOS

O assinante poderá escolher dentre quatro planos: Superior (47 canais), Master (73 canais) e Mega (87 canais) e Mega HD (103 canais, sendo 16 em HD).

Dessa forma, ao contratar um plano, o assinante pagará uma taxa de habilitação, que varia de R$ 200 a R$ 400  (dependendo do plano) e inclui instalação, antena e aparelho (Set-top Box).

As mensalidades variam de R$ 59,90 (plano Superior) até R$ 169,90 (plano Mega HD). Os descontos variam de acordo com os combos contratados pelo cliente, segundo destaca a provedora.

Segundo o diretor da Bitcom Internet, Fabiano Vergani, o novo serviço chega para agregar valor ao que já é oferecido pela companhia.

Além de Caxias do Sul, o serviço estará disponível também para os outros 80 municípios de atuação da Bitcom Internet no Rio Grande do Sul e Santa Catarina (região de Lages e Campos Novos).

Conforme Vergani, o acréscimo da ISP TV nos pacotes da provedora deve representar um incremento de 20% nos faturamentos das novas assinaturas.

"Da base de clientes que já possuímos, esperamos que aproximadamente 30% deles assinem os novos planos de televisão", complementa.

NADANDO COM OS TUBARÕES

Conforme explica Vergani, a iniciativa da WDC e Algar Telecom tem o intuito de levar ao portfólio das operadoras de pequeno e médio porte um serviço que muitos só imaginam que empresas grandes como Sky, NET e Oi TV, por exemplo, podem fornecer.

"Juntando a experiência que eles tem com televisão por assinatura, com o atendimento e o suporte local que as ISPs podem dar, disponibilizamos um produto diferenciado", destaca.

Em Caxias, ao oferecer o serviço de televisão por assinatura, a Bitcom enfrenta a concorrência de gigantes como a Sky, Oi TV, Net e GVT TV.

"Nesse mercado somos peixe pequeno, mas estamos nadando com os tubarões", brinca o diretor.

FORÇA NOS NÚMEROS

Ao falar da iniciativa ISP TV no âmbito nacional, Vergani, que também é presidente do Conselho Nacional das Entidades de Provedores de Servicos de Internet (Conapsi), afirmou que a força deste novo serviço de TV por assinatura está nos números.

"Somos cerca de 3 mil provedores em todo o país, cerca de 15% do mercado nacional, cobrindo inclusive áreas pouco atendidas pelas grandes companhias", ressalta.

Segundo o executivo, a união dos pacotes oferecidos com o atendimento local pode fazer a diferença. A meta é que nos próximos anos, a ISP TV chegue às casas de aproximadamente 1 milhão de assinantes.

Atualmente, no país, há cerca de 14 milhões de usuários de televisão por assinatura.

"O objetivo é oferecer múltiplos produtos, com alta qualidade, mas sempre mantendo o foco de atuação regional e o atendimento próximo dos clientes", finaliza.