Cesar Bortolini permanece na presidência da Deaetc em 2016. Foto: Divulgação.

Os integrantes da Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec), em sua recente assembleia geral extraoridinária, promoveram alterações no a alteração do Estatuto da entidade. Uma mudança foi a ampliação do mandato de um para dois anos. Dessa forma, Cesar Bortolini permanece na presidência em 2016.

De acordo Bortolini, as alterações do estatuto foram propostas para melhorar e agilizar o andamento dos processos da Deate.

“Entendemos que o mandato de dois anos é mais adequado para que se possa dar andamento às atividades. Com o mandato de um ano, como era, os presidentes acabavam indo para reeleição, permanecendo o biênio da mesma forma”, completa.

Bortolini é formado em ciência da computação pela Unochapeco e possui pós-graduação em gestão em tecnologia da informação e mestrado em andamento pela Unisinos. 

Ele é proprietário da empresa MultiSoftware Developer Center e professor na área de tecnologia na Unochapeco. O presidente também participa como voluntario do PMI - SC e é membro do Rotary Club Chapecó.

Permanecem por mais um ano na diretoria os empresários Ernani Zottis (vice-presidente); Sinara Perosa (vice-presidente de Infraestrutura); André João Telöcken (vice-presidente de novos negócios) Ivan Joel Nichelle (secretário), Marcio Fortes (secretário adjunto), Gustavo Damschi (tesoureiro) e Francis Post (tesoureiro adjunto).