PREFEITURA

Capão da Canoa informatiza gestão com 1Doc

18/12/2018 12:24

 A plataforma em nuvem é focada em comunicação, atendimento e gestão documental.

Jéferson de Castilhos e Jaison Niehues, fundadores da 1Doc. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A prefeitura do município de Capão da Canoa buscou a plataforma 1Doc para informatizar sua gestão. A plataforma em nuvem é focada em comunicação, atendimento e gestão documental.

Com o sistema, a prefeitura espera aumentar a eficiência nos trâmites internos entre as secretarias do Poder Executivo Municipal.

Em vigor desde dezembro, a tecnologia permite oferecer resposta aos pedidos e requerimentos de cidadãos, nos prazos estabelecidos em lei, via internet.

Com o uso da plataforma, a gestão do município irá fazer também a realização de processos seletivos para cargos na prefeitura de modo online. Desta forma, tanto o processo de abertura de vagas como a realização de inscrições será digital. 

De acordo com estimativas preliminares da 1Doc, a prefeitura da cidade, que possui cerca cerca de 50 mil habitantes, poderia gerar uma economia mensal de cerca de R$ 28 mil com a informatização. O cálculo está relacionado aos gastos diretos e indiretos com o uso do papel.

Apesar do número de habitantes, Capão da Canoa, no litoral gaúcho, é um tradicional destino de férias e chega a reunir 110 mil pessoas durante o período de verão. 

De acordo com dados da Fundação de Economia e Estatística  (FEE) de dezembro de 2017, Capão da Canoa é o município com maior população média no litoral norte do Rio Grande do Sul durante o veraneio.

Fundada em 2014, a 1Doc começou a atuar com o objetivo de desenvolver uma solução que oferecesse transparência para a população nas demandas municipais. 

Jéferson de Castilhos e Jaison Niehues decidiram criar a plataforma após assumirem cargos comissionados na área de tecnologia da prefeitura de São José, na grande Florianópolis. O primeiro teste da plataforma foi na prefeitura em que ambos trabalhavam. 

A solução passou a ser apresentada a outros órgãos públicos, que adotaram o sistema por meio de compra direta ou por licitação.

O investimento inicial dos empreendedores na criação da solução foi de aproximadamente R$ 150 mil. Após o lançamento, a startup atraiu a atenção da empresa de tecnologia catarinense Softplan, que realizou um aporte de valor não foi divulgado.

A empresa possui sede em Florianópolis, com um escritório localizado no prédio da Softplan, e possui 16 colaboradores.

O sistema atende a cidades como Presidente Prudente, Taboão da Serra, Rosana e Fartura (SP), Palotina (PR) e Garuva (SC).

Veja também

PARANÁ
Software by Maringá ganha terreno no Parque de TI

Entidade representativa de empresas de TI terá espaço em futuro parque tecnológico.

REGRESSO
Susana Kakuta será CEO do Tecnosinos

Unisinos reforça time do seu parque tecnológico com executiva que liderou crescimento no passado.

FALHA
Banrisul: TI engasga e pagamento atrasa

Falha técnica do banco estatal gaúcho atrasa pagamentos de funcionários de empresas privadas e públicas.

OPERAÇÃO
Parque Canoas de Inovação é inaugurado

As empresas Novus e Exatron já atuam no local.

CIDADES
Maringá cria Conselho de Inovação

A estimativa é que Maringá tenha hoje 400 empresas do ecossistema de TIC. 

PREFEITURA
Tubarão abre Hub Saúde

A iniciativa é uma parceria entre a prefeitura, a ACIT e a Unisul.

PREFEITURA
Presidente Prudente adota 1Doc

A plataforma em nuvem envolve comunicação, atendimento e gestão documental.

PREFEITURA
Porto Alegre tem competição de chatbots

A Prefeitura de Porto Alegre vai promover o “FIC Labs" durante o FIC 2018.