A Oracle Brasil agora tem uma unidade de trabalho no WeWork de Belo Horizonte. Foto: Divulgação.

A Oracle Brasil agora tem uma unidade de trabalho no WeWork de Belo Horizonte. O espaço mineiro da maior rede de coworking do mundo foi inaugurado em novembro.

Com a unidade, a Oracle busca mais aproximação com o ambiente de inovação e startups.

Dentro dessa estratégia, a empresa também conta com um espaço no Tecnopuc, aberto em outubro. O escritório substituiu a antiga sede da Oracle em Porto Alegre.

No Tecnopuc, a Oracle tem uma sala no segundo andar do Condomínio de Empresas Inovapucrs, que também abriga uma unidade da GetNet. O espaço de aproximadamente 200 metros quadrados conta hoje com cerca de 40 colaboradores da multinacional.

A criação da nova sede incentiva a inovação a partir da aproximação da Oracle com estudantes, pesquisadores e especialistas.

“É crucial estarmos em um espaço que promove colaboração entre diferentes empresas e pessoas. Essa proximidade e o ambiente de startup trazem oxigenação e estimulam novas formas de solucionar problemas. Só neste ano, inauguramos um centro de inovação em Brasília, uma nova filial na Tecnopuc em Porto Alegre e continuamos com nosso centro de inovação em São Paulo, que também é a casa da nossa aceleradora”, afirma Rodrigo Galvão, presidente da Oracle Brasil, em um post no LinkedIn.

A Oracle parece estar fazendo um esforço por diversificar seus locais de trabalho e romper algumas ações mais convencionais do setor de TI.

Em junho, a empresa realizou o Oracle OpenWorld Brasil 2018 no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. O movimento foi uma mudança de ares para o evento, que acontecia há anos no centro de convenções Transamérica, na zona sul da cidade.  

O WeWork de Belo Horizonte ocupa seis andares do prédio localizado na Rua Sergipe, 1.440, no bairro Savassi. 

O espaço foi aberto com com 100% de ocupação na primeira fase, que tem capacidade para 200 posições de trabalho. Até fevereiro de 2019, serão abertas mais de 850 posições. 

Além da Oracle, o local abriga startups como a ISQ Brasil e empresas mineiras como a Take.

Cada unidade da WeWork no mundo é diferenciada ao abraçar as características da região onde está inserida. No caso de Belo Horizonte, a WeWork tem um projeto especial para o setor de mineração. A unidade abrigará o Mining Hub, primeiro hub de inovação para o setor de mineração do país, com o apoio do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM).

No Brasil desde 2017, a WeWork conta ainda com onze endereços em duas capitais, São Paulo e Rio de Janeiro, e mais de 12 mil pessoas trabalhando de seus espaços. 

Globalmente, a companhia soma 335 espaços físicos em 83 cidades e 24 países.