Oi quer crescer com PMEs. Foto: divulgação.

Após integrar em uma única diretoria as áreas voltadas para grandes corporações e pequenas e médias empresas no final do ano passado, a Oi iniciou 2015 reformulando sua estratégia o setor de PMEs no Rio Grande do Sul.

O plano da operadora é O objetivo é levar de forma mais assertivo às pequenas e médias produtos já implementados com sucesso nas grandes empresas, como serviços de dados TI e cloud.

Segundo dados divulgados pela operadoras, o crescimento na receita desses serviços foi de 25%, no terceiro trimestre de 2014 quando comparado ao mesmo período de 2013.

O novo posicionamento para PMEs prevê simplificação no portfólio de produtos e serviços TIC, atendimento personalizado focado na excelência do pós-venda e também mudança nos canais de vendas, que passa a ser feito somente através dos parceiros franqueados. 

“No final de 2011, anunciamos nova estratégia para o setor de grandes empresas, que nos trouxe resultados expressivos, como a liderança no crescimento de dados nos últimos três anos. A proposta é levar agora para as PMEs essas mesmas iniciativas com foco na melhoria da qualidade dos serviços oferecidos”, afirma Maurício Vergani, diretor de negócios B2B da telecom.

O reposicionamento é mais um passo de diversos que a operadora vem tentando nos últimos anos. No início de 2012 a operadora lançou o Oi Smart Cloud, pacote de aplicações em nuvem para clientes corporativos.

Além disso, em junho do ano passado a operadora lançou o seu showroom voltado para o setor de empresas. Nesse ambiente, é possível os clientes experimentarem o uso das soluções TICs, com personalização conforme as necessidades das empresas.

 O mais recente lançamento da companhia, uma das apostas para esse ano, é o Oi Smart Office, ssolução soluções de telecom, controle de jornada e produtividade usando a biometria e também aplicações corporativas de TI em nuvem, como email e sharepoint. 

“Há uma tendência cada vez maior da adoção do trabalho remoto, que proporciona uma redução de custos para empresa de até 66% por colaborador, além de aumentar a produtividade e a satisfação dos mesmos”, acrescenta Vergani.

 As soluções de TI da Oi, incluindo as de computação em nuvem, operam nos cinco data centers que a companhia possui no território nacional (São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Distrito Federal)