FÁBRICA

Lenovo produzirá servidores em Itu

19/02/2014 11:29

Seis máquinas das linhas ThinkServer e ThinkStation estarão no mercado a partir de março.

Unidade de Itu terá capacidade máxima de produção de 200 mil. Foto: flickr.com/photos/keso.

Tamanho da fonte: -A+A

A Lenovo anunciou nessa terça-feira, 18, o início da produção e comercialização de servidores e workstations em Itu, a 101 km da cidade de São Paulo. 

Serão fabricadas seis máquinas das linhas ThinkServer e ThinkStation que estarão no mercado a partir de março (veja a lista completa no final da matéria).

O local, com 52 mil metros quadrados de área construída, foi inaugurado em dezembro de 2012. Nessa unidade, foram contratados mais de 1 mil colaboradores para produzir até 100 mil máquinas por mês, logo a capacidade máxima deve expandir para 200 mil. 

A companhia tem parceria com o Senai para a qualificação de mão de obra. Outros funcionários vieram da Flextronics, de Sorocaba, que montava os produtos para Lenovo antes da inauguração da unidade. 

Atualmente, são fabricados em Itu desktops, notebooks e All-In-Ones para os mercados corporativos e consumidor.

De acordo com publicação do Computer World, as placas-mãe, mesmo para servidores, são produzidas em Manaus, na Digiboard. Essa empresa pertence ao grupo CCE, comprado pela Lenovo em setembro de 2012 por aproximadamente R$ 300 milhões.

A memória RAM e os discos rígidos têm parte nacional e parte importada de fornecedores estrangeiros. 

Essa fábrica tem, também, um centro de reparos para a manutenção de tablets, smartphones e TVs da CCE e alguns produtos Lenovo. No local, é possível arrumar 45 mil aparelhos por mês. Em janeiro, foram 14 mil consertos. 

Segundo dados do relatório Worldwide Quarterly PC Tracker da IDC, referentes ao terceiro trimestre de 2013, a Lenovo possui 18,35% do market share de computadores, sendo a mais vendida no Brasil, seguida pela Positivo.

Mundialmente, a Lenovo ocupa a liderança no mercado de PCs, e é avaliada em US$ 34 bilhões, servindo clientes em mais de 160 países.

Confira a lista dos produtos que serão produzidos em Itu:

ThinkServer:

- TS140 tem gabinete em torre e é projetado para pequenos escritórios que estão adquirindo seu primeiro servidor. É equipado com processador Intel Xeon e suporta até quatro discos rígidos. Tem recursos de gerenciamento remoto com Intel AMT 9.0. 

- RD540 e RD640 são modelos de alto desempenho projetados para aplicações de computação intensiva em aplicativos colaborativos ou com cargas de trabalho de tráfego web pesadas. Ambos têm processadores Intel Xeon E5-2600 v2, com até 24 núcleos por máquina e 320 GB de RAM. O modelo RD640 conta com cinco slots PCI para expansão.

ThinkStation: 

- E32 é uma workstation de entrada, que, em sua configuração básica, tem o Intel Xeon E3-1225 com 4 núcleos operando a 3.2Ghz, 4 GB de memória RAM ECC e uma GPU NVIDIA K600. Além disso pode ser configurada com processadores Intel Xeon E3-12xx, até 32 GB de memória GPU NVIDIA K2000. Custará a partir de R$ 4.500.

- S30 é uma estação de médio porte para médias empresas, que suporta processadores Intel Xeon das famílias E5-16xx e E5-26xx com até oito núcleos e 20 MB de cache, até 256 GB de memória RAM ECC e GPU NVIDIA K5000 com 4 GB de memória dedicada. O preço inicial é de R$ 7.600,00.

- D30 é direcionada ao segmento de altíssimo desempenho, e pode ser configurada com processadores Intel Xeon da famíília E5-26xx com até oito núcleos de 20 MB de cache cada, além de até 512 GB de RAM ECC e traz até duas GPUs NVIDIA K6000 com 12 GB de memória cada. O preço inicial é de R$ 8.000,00. 

Veja também

MARKETING
Lenovo contrata Ashton Kutcher

Chineses embarcaram na moda de se aconselhar com estrelas do showbiz.

TACADA
Lenovo: R$ 100 mi em P&D no Brasil

O local focará em soluções de software de empresas e tecnologia de servidores high-end, armazenamento de dados e tecnologias em nuvem.

US$ 2,3 BILHÕES
Lenovo leva divisão de servidores da IBM

A manobra abre possibilidades para a fabricante chinesa, que já tinha comprado a divisão de PCs da Big Blue.

NOVA FUNÇÃO
Rodrigo Fusco é diretor de canais da Lenovo

Executivo tem 10 anos de experiência na área e já foi gerente de Marketing e Vendas de Canais na HP.

AQUISIÇÃO
Lenovo compra Motorola para crescer

Com aquisição de US$ 2,9 bi, chineses agora se preparam para entrar agressivamente no mobile.

VENDENDO
IBM avalia venda da divisão de chips

Segundo fontes ligadas à IBM, empresa sonda possíveis compradores para o negócio.