A IBM adquiriu a Truven Health Analytics. Foto: JuliusKielaitis/Shutterstock.

A IBM adquiriu a Truven Health Analytics, fornecedora de dados analíticos e insights de saúde na nuvem. O negócio foi feito pela unidade Watson Health e foi fechado em US$ 2,6 bilhões.

Com aproximadamente 8,5 mil clientes, a Truven atende a agências do governo federal e estadual, empregadores, planos de saúde, hospitais, médicos e empresas de biociências.

A Truven Helth Analytics é a quarta aquisição de uma empresa de saúde pela IBM desde o anúncio da unidade Watson Saúde, feito em abril de 2015. A companhia já investiu mais de US$ 4 bilhões em compras desse mercado.

As outras companhias compradas foram Phytel, Explorys e Merge Healthcare. A Watson Health também tem empresas como Apple, Medtronic, Johnson & Johnson, Novo Nordisk e CVS Caremark como parceiras.

Com a finalização da última compra, a IBM vai somar uma base de dados de cerca de 300 milhões de pacientes. O objetivo das aquisições é construir uma matriz cognitiva de recursos e informações de saúde destinada a ajudar os profissionais do setor, controlar custos e previnir doenças.

Mesmo com o aumento dos esforços para incrementar a unidade de saúde, a IBM teve 2015 como um novo ano de queda nos resultados da empresa como um todo.

No quadro geral de 2015, a receita da IBM ficou em US$ 81,7 bilhões, uma queda de 12% em relação aos US$ 92,8 bilhões registrados no ano anterior. Pelo histórico recente da empresa, a diminuição na receita já era esperada por analistas.

Segundo a IBM, a redução no faturamento está dentro do planejamento estratégico estabelecido nos últimos anos, que envolveu enxugamento e venda de unidades (como as de chips e BPO), assim como o investimento em áreas como computação cognitiva e data centers.